This content is not available in your region

Multimilionário japonês passou 12 dias na Estação Espacial Internacional

Access to the comments Comentários
De  Maria Barradas  com AP
euronews_icons_loading
Multimilionário japonês passou 12 dias na Estação Espacial Internacional
Direitos de autor  AP/Roscosmos Space Agency

O multimilionário japonês, Yusaku Maezawa e o seu produtor, Yozo Hirano, regressaram à Terra, em segurança, após 12 dias na Estação Espacial Internacional (ISS).

O voo de regresso foi feito com o cosmonauta russo, Alexander Misurkin, numa cápsula russa Soyuz, que aterrou nas estepes do Cazaquistão esta manhã.

O cosmonauta russo estava na sua terceira missão espacial; Maezawa e Hirano foram os primeiros turistas a visitar a estação espacial desde 2009.

Numa entrevista à Associated Press (AP) na semana passada, a partir da estação espacial, Maezawa desvalorizou as críticas ao dispêndio de dinheiro nesta viagem, afirmando que "uma vez no espaço, percebe-se o quanto vale a pena ter esta experiência espantosa".

O multimilionário do mundo da moda terá pago mais de 80 milhões de dólares por esta aventura no espaço.

Em outubro, a atriz russa Yulia Peresild e o realizador cinematográfico Klim Shipenko fizeram o primeiro filme do mundo em órbita, na ISS, um projeto patrocinado pela corporação espacial russa Roscosmos para ajudar a reforçar a reputação da nação pela glória espacial.

A Space Adventures, uma empresa da Virgínia, que organizou o voo, já tinha enviado outros sete turistas para a estação espacial, entre 2001 e 2009.

Na estação estão atualmente os astronautas Raja Chari, Thomas Marshburn, Kayla Barron e Mark Vande Hei; os cosmonautas russos Anton Shkaplerov e Pyotr Dubrov; e Matthias Maurer da Agência Espacial Europeia (ESA).

Da sua experiência Maezawa contou que sentiu "um pouco de enjoos de movimento" e que era "um pouco difícil dormir", acrescentando que os futuros turistas espaciais deveriam estar preparados para passar até cinco dias a adaptar-se à gravidade zero.

Maezawa disse que estava satisfeito com a duração da sua viagem, dizendo: "12 dias foi mais ou menos o tempo certo para mim, para me adaptar ao enjoo do movimento e desfrutar do resto do voo".

Com as ideias que pediu ao público antes do voo, Maezawa tinha compilado uma lista de 100 coisas para fazer no espaço que incluíam praticar alguns desportos dentro da estação espacial, tais como badmínton, ténis de mesa e golfe, mas não referiu se os concretizou.

O magnata tem já planos para uma nova aventura espacial. Já reservou um voo à volta da lua a bordo da nave espacial Elon Musk's Starship e diz que planeia levar a cabo essa missão em 2023.

Se o não fizer, não será, certamente, por falta de dinheiro. O homem que fez fortuna na moda de retalho e lançou o Zozotown, o maior centro comercial de moda online do Japão, tem uma fortuna estimada em 1.9 mil milhões de dólares, segundo a revista Forbes.