EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Justiça russa ordena fecho do Centro de Direitos Humanos da Memorial

Justiça russa ordena fecho do Centro de Direitos Humanos da Memorial
Direitos de autor Alexander Zemlianichenko/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Alexander Zemlianichenko/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Tribunais russos aumentam o cerco à ONG de defesa dos Direitos Humanos, apesar da pressão da sociedade civil e de dois Nobel da Paz.

PUBLICIDADE

Depois da interdição da ONG "Memorial" na Rússia, as autoridades de Moscovo ordenaram o encerramento do Centro de Direitos Humanos ligado a esta organização. O tribunal justifica esta decisão por ter, nas palavras do próprio documento, "ocultado as funções de agente estrangeiro e estar a justificar o terrorismo e o extremismo. A Memorial, fundada em 1989 por um grupo de dissidentes soviéticos, incluindo Andrei Sakharov, é a principal organização de direitos humanos na Rússia e tem exercido uma pressão incómoda sobre o Kremlin em episódios como a guerra da Chechénia. Desde 2012 que a ONG está catalogada como agente estrangeiro por parte da justiça russa.

Natalia Prilutskaya, especialista em temas da Rússia na Amnistia Internacional, diz que este cerco à Memorial vai ter grandes consequências para a sociedade civil russa, porque é um claro sinal de que a repressão vai continuar: "O que aconteceu foi a comprovação de um facto, mas também um sinal claro de que a comunidade internacional e os cidadãos de outros países devem ficar preocupados", acrescenta.

O antigo líder soviético Mikhail Gorbachov e o fundador do jornal Novaya Gazeta Dmitri Muratov, ambos galardoados com o prémio Nobel da paz, tentaram no mês passado, sem sucesso, interceder para que a justiça abandonasse o processo contra a Memorial.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribunal da Rússia encerra principal Organização de direitos humanos no país

Putin substitui Shoigu porque quer Ministério da Defesa "aberto à inovação"

Putin substitui ministro da Defesa. Shoigu será secretário no Conselho de Segurança da Rússia