This content is not available in your region

Estados Unidos enviam ajuda militar à Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Estados Unidos enviam ajuda militar à Ucrânia
Direitos de autor  Efrem Lukatsky/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

Os Estados Unidos enviaram os primeiros carregamentos de ajuda militar à Ucrânia. Mantém-se o confronto entre a Rússia e o Ocidente sobre a fronteira ucraniana e as munições foram enviadas para Kiev numa altura em que a ameaça de uma invasão russa continua no ar. Em troca de uma desescalada das tensões, Moscovo quer garantias que a Ucrânia nunca fará parte da NATO.

Entretanto a diplomata com a pasta dos negócios estrangeiros do Reino Unido acusou a Rússia de tentar substituir o governo ucraniano. Segundo Londres, os serviço secretos russos estão em contacto com potenciais candidatos na Ucrânia. Joe Biden viajou para Camp David, comentando o tweet da diplomata britânica antes de se encontrar com a equipa de Segurança Nacional.

O presidente da Rússia encontrou um aliado no chefe da Marinha alemã. O Vice Almirante Schönbach disse que Putin merecia respeito e que o Ocidente precisa da Rússia como aliado contra a verdadeira ameaça - a China. Enquanto isso, a Rússia está a enviar tropas e aviões de guerra para a Bielorrússia, para um exercício militar conjunto que é também claramente uma demonstração de força na fronteira com a Ucrânia.