This content is not available in your region

Transplante de coração recusado a homem não vacinado

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Transplante de coração recusado a homem não vacinado
Direitos de autor  CORTESIA TRACEY FERGUSON

O hospital Brigham and Women's Hospital, em Boston, nos EUA, está a ser acusado em tribunal de recusar fazer um transplante de coração a uma pessoa não vacinada contra a covid-19.

De acordo família do paciente, a unidade de saúde disse ao homem de 31 anos que não era elegível para o transplante por não ter a vacina contra a covid-19 e por isso "correr mais risco de vida" depois de uma possível cirurgia.

O hospital exige "a vacina Covid-19 e comportamentos de estilo de vida para os candidatos a transplante para criar a melhor hipótese de uma operação bem-sucedida e otimizar a sobrevivência do paciente após o transplante, já que o seu sistema imunológico é drasticamente suprimido".

À família, o hospital disse que “dada a escassez de órgãos disponíveis, fazemos tudo o que podemos para garantir que um paciente que recebe um órgão transplantado tenha a maior hipótese de sobrevivência”, escreveu o hospital num comunicado.