Transplante de coração recusado a homem não vacinado

Transplante de coração recusado a homem não vacinado
Direitos de autor CORTESIA TRACEY FERGUSON
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Família pôs o hospital em tribunal

PUBLICIDADE

O hospital Brigham and Women's Hospital, em Boston, nos EUA, está a ser acusado em tribunal de recusar fazer um transplante de coração a uma pessoa não vacinada contra a covid-19.

De acordo família do paciente, a unidade de saúde disse ao homem de 31 anos que não era elegível para o transplante por não ter a vacina contra a covid-19 e por isso "correr mais risco de vida" depois de uma possível cirurgia.

O hospital exige "a vacina Covid-19 e comportamentos de estilo de vida para os candidatos a transplante para criar a melhor hipótese de uma operação bem-sucedida e otimizar a sobrevivência do paciente após o transplante, já que o seu sistema imunológico é drasticamente suprimido".

À família, o hospital disse que “dada a escassez de órgãos disponíveis, fazemos tudo o que podemos para garantir que um paciente que recebe um órgão transplantado tenha a maior hipótese de sobrevivência”, escreveu o hospital num comunicado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Transplante de fígado inédito em Itália

Estreia de sucesso no transplante de pulmões entre bebés

Felix Gratersson "renasce" em Lyon após transplante inédito