This content is not available in your region

Itália apreende bens no valor de 143 milhões de euros a cinco milionários russos

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Itália apreende bens no valor de 143 milhões de euros a cinco milionários russos
Direitos de autor  AP Photo

A polícia italiana confiscou iates e mansões no valor de 143 milhões de euros a cinco milionários russos colocados na lista negra da União Europeia, na sequência das sanções económicas impostas à Rússia após a invasão da Ucrânia. Entre os bens apreendidos, destaque para o superiate Lady M, uma embarcação de 65 metros pertencente ao homem mais rico da Rússia, Alexey Mordashov, e para as várias mansões nas regiões mais prestigiadas do país, como o lago de Como ou a Toscânia.

No Reino Unido, uma lacuna nas sanções à Rússia levou a uma ação de protesto dos trabalhadores do porto de Liverpool, que recusaram descarregar petróleo de origem russa que chegou numa embarcação com bandeira alemã. A legislação britânica apenas prevê penalizações para navios de pavilhão russo, ou que sejam detidos, controlados ou registados por operadores russos.

As sanções chegaram também ao setor do turismo, com as principais plataformas de alojamento temporário a deixarem de incluir na sua oferta imóveis situados em território russo.