This content is not available in your region

Polónia acolhe 150 mil refugiados por dia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Polónia acolhe 150 mil refugiados por dia
Direitos de autor  Andreea Alexandru/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

Mais de metade dos mais de 2 milhões de refugiados da guerra na Ucrânia atravessaram a fronteira para a Polónia. Há cerca de 150 mil pessoas a fugir diariamente para este país. 

Há décadas que trabalho neste setor e nunca vi uma deslocação de pessoas tão massiva e, sobretudo, tão rápida.
Filippo Grandi
Alto Comissário da ONU para os Refugiados

As condições humanitárias tornaram-se obviamente numa questão prioritária, sendo que a primeira vaga de deslocados contará com o apoio local de familiares ou amigos, o que não é o caso das seguintes.

"Há décadas que trabalho neste setor e nunca vi uma deslocação de pessoas tão massiva e, sobretudo, tão rápida. A resposta que estamos a dar é positiva. A maior parte consiste em mulheres e crianças, porque os homens são convocados para combater. É um grupo muito vulnerável, sobretudo numa situação de confronto repentino", declarou na Suécia Filippo Grandi, Alto Comissário da ONU para os Refugiados.

A Polónia é, de facto, o corredor central deste fluxo, sendo que a Hungria já acolheu mais de 200 mil refugiados, a Eslováquia 150 mil e cerca de 100 mil alcançaram território russo

A Moldávia, um dos países mais pobres da Europa, recebeu perto de 80 mil pessoas e pede apoio internacional urgente.