This content is not available in your region

Itália quer reconstruir teatro de Mariupol

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Estavam mais de 1000 pessoas no edifício aquando dos bombardeamentos
Estavam mais de 1000 pessoas no edifício aquando dos bombardeamentos   -   Direitos de autor  euronews

Itália ofereceu-se para reconstruir o teatro de Mariupol, na Ucrânia, após ter sido destruído, na quarta-feira, pelos bombardeamentos perpetrados pela Rússia.

O ministro italiano da Cultura, Dario Franceschini, anunciou que o Governo de Roma aprovou todos os recursos necessários para reconstruir o Teatro Drama.

No Twitter, Franceschini justificou a medida sublinhando que "os teatros de todos os países pertencem a toda a Humanidade".

Na mesma rede social, o presidente da Ucrânia agradeceu a iniciativa do ministro italiano da ultura. Volodymyr Zelenskyy escreveu que aquele é um bom exemplo a seguir, sublinhando que "juntos reconstruiremos o país até ao último tijolo".

O Teatro Drama de Mariupol servia de abrigo a mais de mil civis, residentes na cidade. De acordo com a agência de notícias italiana Ansa, cerca de 1300 pessoas continuam presas nos subterrâneos do edifício.

Mais de 130 pessoas terão já sido resgatadas, com vida. Está ainda por apurar o número de vítimas mortais.