This content is not available in your region

Mamã Kuiba: um símbolo da gastronomia angolana

De  euronews
euronews_icons_loading
Mamã Kuiba: um símbolo da gastronomia angolana
Direitos de autor  euronews

Aos 83 anos, Mamã Kuiba é um símbolo da gastronomia e da cultura angolana em todo o mundo.

As receitas de Mamã Kuiba conquistaram o paladar e o coração dos angolanos, em Angola e no mundo inteiro. A célebre cozinheira de Luanda é uma verdadeira embaixadora da gastronomia e da cultura do país.

"Mamã Kuiba é um ícone. É uma embaixadora da cozinha angolana e é uma senhora extraordinária. Fez um trabalho incrível para promover os sabores de Angola", disse à euronews Pedro de Campos, gestor do Restaurante Vitrúvio, em Luanda.

euronews
Mamã Kuiba, a rainha da culinária em Angolaeuronews

Do mercado de Luanda para a celebridade

O verdadeiro nome de Mamã Kuiba é Catarina Veríssimo da Costa. Também é conhecida como Natália, porque nasceu no dia de Natal. Destacou-se nas décadas de oitenta e noventa como cozinheira, num mercado de Luanda, onde abriu uma barraquinha chamada Mamã Kuiba que significa "feio" em Kimbundu.

“Esse nome veio quando eu comecei a vender no mercado. Eu tinha 38 anos de idade. Haviam lá moças de vinte e tal anos, jovens, bonitas, bem penteadas, pintadas. Como eu era a mais velha, pensei: 'eu aqui tenho que me render: sou a mais feia'. Então abri a barraca da Mamã Kuiba: comes e bebes", contou à euronews Mamã Kuiba.

"Começei a vender bebida. E gasosa e sumo. Então como eu tinha filhos pequenos, comprei um fogareiro lá mesmo no mercado e comprei uma mesa de madeira. E eles diziam, ainda eu não era Mamã Kuiba: 'dona Natália, estamos a sentir cheiro de comida. Essa comida que estou a fazer é para os meus filhos quando sairem da escola ou o meu marido quando sair do trabalho, eles passam aqui.Eles diziam: 'ai não, dona Natália, dá só qualquer coisa'.  Então eu tirava um bocado e punha na mesa", recordou Mamã Kuiba.

Receitas emblemáticas da cozinha angolana

Além da promoção da culinária angolana, Mamã Kuiba fez um grande trabalho de sensibilização sobre a importância da higiene alimentar.

"A higiene é um trabalho que a Mamã Kuiba tem feito em prol do mercado, não só deste mercado, mas de todos os mercados em Luanda. Ela tem vindo a sensibilizar as nossas vendedoras a usar a higiene no seu trabalho. Primeiro está a limpeza, depois é que vende os seus produtos", contou Verónica Goubel à euronews.

Quando deixou o mercado e passou para o restaurante, Mamã Kuiba teve com primeiros clientes a equipa de futebol do clube 1º de Agosto.

“Inaugurei aquilo num sábado. Eu até me esqueço o ano em que o 1º de Agosto teve um grande jogo, que eles ganharam. Os primeiros clientes que apareceram lá foi o treinador do 1º de Agosto e os jogadores do 1º de Agosto", recordou Mamã Kuiba.

Num dos melhores restaurantes de Luanda, as criações de Mamã Kuiba tornaram-se emblemáticas. “Por exemplo, temos o Mufete, peixe grelhado com batata-doce, banana e mandioca", disse Pedro de Campos, gestor do restaurante Vitrúvio.

euronews
As receitas de Mamã Kuiba tornaram-se emblemáticas em Angolaeuronews

Da gastronomia à luta por várias causas

Mamã Kuiba é também uma influenciadora social. Além de promover a gastronomia, faz campanha por várias causas, nomeadamente o combate à violência contra as mulheres. “Ela é muito conhecida, já apareceu várias vezes na televisão, a cozinhar e a dar conselhos a amigos e familiares e à população em geral", acrescentou Pedro de Campos.

As grandes influências culinárias de Mamã Kuiba são a cozinha materna. Quanto ao resto prefere a prática à teoria. "Com a lapiseira na mão, perguntam-me como se faz a caldeirada? Como se fazem os filetes? Eu não, sei. É ao vivo. É puro", exclamou Mamã Kuiba.