EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

O regresso às centrais a carvão

O regresso ao uso de carvão
O regresso ao uso de carvão Direitos de autor Screengrab
Direitos de autor Screengrab
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Alemanha e Áustria avançam com medidas para reduzir dependência do gás russo

PUBLICIDADE

A Alemanha e a Áustria procuram compensar a redução do fornecimento de gás da Rússia e avançaram com várias medidas para responder à decisão do Kremlin. Para além de aumentarem o nível de armazenamento de gás, os dois países podem regressar ao uso de carvão para produzir eletricidade. Com esse objetivo, está a ser preparada uma central perto da cidade austríaca de Graz.

A ministra do Ambiente da Áustria explicou que a central Mellach está a ser atualizada para poder funcionar com carvão numa situação de emergência, por exemplo se o fornecimento de gás for interrompido. Leonore Gewessler sublinha a importância de o processo começar agora, tendo em conta que serão precisos alguns meses para esta atualização técnica ficar concluída.

Apesar dos alertas dos grupos ambientalistas, o regresso temporário às centrais elétricas alimentadas a carvão também é defendido pelo governo alemão. O ministro da Economia fala de um "regresso amargo", mas “absolutamente necessário", numa altura em que a Alemanha "deve encher as instalações de armazenamento de gás para estar preparada para o inverno e reduzir o consumo de gás e energia em geral".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Crise energética na Alemanha

União Europeia aponta baterias ao carvão russo com novas sanções

União Europeia quer proibir importação de carvão da Rússia