This content is not available in your region

Ucrânia luta pela reconquista da Ilha da Serpente

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Ilha da Serpente, Ucrânia, no Mar Negro
Ilha da Serpente, Ucrânia, no Mar Negro   -   Direitos de autor  AP/Satellite image ©2022 Maxar Technologies

O exército ucraniano diz ter causado "perdas significativas" a Moscovo, após uma ofensiva para retomar o controlo da Ilha da Serpente, no Mar Negro. O território, capturado pela Rússia após a invasão da Ucrânia, tornou-se num símbolo de resistência. O posto militar foi o palco de uma troca de mensagens que percorreu mundo, no início da guerra, por se ouvir soldados ucranianos a desafiar as forças ocupantes.

Além do valor simbólico, a ilha é também importante do ponto de vista estratégico, por estar localizada ao largo das costas da Ucrânia e da Roménia.

Esta terça-feira, através do Facebook,o comando militar do sul da Ucrânia afirmou ter realizado "ataques direcionados, através do uso de várias forças" na ilha. Na mesma publicação é ainda dito que "a operação militar continua e exige silêncio de informações até que termine".

O Kremlin desmente as alegações e qualifica a iniciativa como "uma tentativa louca das forças de Kiev de retomar a ilha". De acordo com a Defesa russa, todos os ataques foram intercetados.

Ofensiva russa faz avanços no Donbass

Moscovo está a intensificar os ataques e a ver progressos no campo de batalha. Esta terça-feira, o presidente Vladimir Putin prometeu o reforço das forças armadas.

No mesmo dia, o exército russo tomou Toshkivka, uma vila na linha da frente de combate situada nos arredores de Severodonetsk.

A situação na região de Luhansk, onde os bombardeamentos não param, é, nas palavras do governador local, Serguei Gaidai, "extremamente difícil".