EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Polícia formaliza acusação de terrorismo contra Imran Khan

AP
AP Direitos de autor K.M. Chaudary/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor K.M. Chaudary/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Antigo Primeiro-ministro do país quer regressar ao cargo e tem marcado presença em vários comicios pelo país

PUBLICIDADE

A polícia do Paquistão quer acusar de terrorismo o antigo chefe de governo Imran Khan. Em causa está um discurso num comício em que o ex-primeiro ministro promete processar polícias e uma juíza por terem, alegadamente, torturado um assessor próximo.

Khan pode enfrentar vários anos de prisão, numa altura em que está a apostar tudo para voltar ao cargo.

Imran Khan foi primeiro-ministro do Paquistão de agosto de 2018 a abril deste ano. Saiu do poder forçado por uma moção de censura. Desde então, tem corrido o país, em vários comícios, para reconquistar os paquistaneses.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Junta Militar birmanesa liberta mais de 5600 opositores

Sinal dos três dedos ganha força contra o golpe militar birmanês

Jornalistas da Reuters permanecem na prisão no Myanmar