This content is not available in your region

Donald Trump e os filhos vão ser julgados por fraude fiscal

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Letitia James, Procuradora de Nova Iorque anuncia que Donald Trump será processado por fraude fiscal
Letitia James, Procuradora de Nova Iorque anuncia que Donald Trump será processado por fraude fiscal   -   Direitos de autor  Brittainy Newman/Brittainy Newman

Após três anos de investigação sobre as práticas fiscais do universo empresarial Trump, a procuradora de Nova Iorque anunciou que processou o ex-presidente dos Estados Unidos, os seus filhos e a Organização Trump.

Letitia James diz que a família Trump "exagerou a avaliação dos seus bens e deflacionou o seu património líquido em milhares de milhões para obter benefícios fiscais e de seguros". Estão indiciados Donald Trump, Donald Junior, Ivanka e Eric Trump e mais dois executivos da empresa.

"Descobrimos que Trump, a sua família e a Organização Trump utilizaram avaliações de ativos fraudulentas e enganosas cerca de 200 vezes ao longo de 10 anos nas suas declarações financeiras anuais. Essas declarações foram utilizadas para obter centenas de milhões de dólares em empréstimos e cobertura de seguros", explicou.

Numa ação cível, a procuradoria vai tentar fazer pagar ao ex-presidente 250 milhões de dólares em multas, proibir definitivamente a sua família de realizar negócios em Nova Iorque e impedi-la de comprar imóveis comerciais durante os próximos cinco anos.

Para além disso, o dossiê será enviado para o Departamento de Justiça dos Estados Unidos para a instauração do processo-crime.

"Não existem duas leis diferentes para as pessoas desta nação. Os ex-presidentes devem ter os mesmos padrões que os americanos comuns", escreveu a procuradora no Twitter ao anunciar a decisão.

Numa primeira reação, o porta-voz de Donald Trump declarou que ele está a ser vítima de uma "perseguição política".