Furacão "Ian" varreu o sudoeste da Flórida

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Furacão Ian atingiu o sudoeste da Flórida.
Furacão Ian atingiu o sudoeste da Flórida.   -   Direitos de autor  AFP   -  

O furacão Ian, de categoria 4, o segundo nível mais elevado, varreu, o sudoeste da Flórida, nos Estados Unidos. Rajadas de vento superiores a 240 quilómetros por hora, aliadas a fortes chuvas provocaram inundações em várias cidades e deixaram cerca de dois milhões de casas sem energia.

A passagem do furacão Ian, um dos mais fortes a atingir os Estados Unidos nas últimas décadas, obrigou ainda perto de 2 milhões e meio de pessoas a abandonar as suas casas, em 18 condados deste estado norte-americano. 

Entretanto, as autoridades dão conta do desaparecimento de duas dezenas de migrantes cubanos, depois do barco em que seguiam se ter afundado, ao largo de Florida Keys, no momento em que o furacão Ian se aproximava da zona. Quatro deles nadaram até à costa e, entretanto, mais três pessoas já foram resgatadas.

Durante a noite, as autoridades responderam ainda a vários pedidos de ajuda por parte dos moradores da Flórida, que viveram uma verdadeira noite de sobressalto. Há ainda registo de vários danos materiais.

Ron DeSantis, governador do estado da Flórida, já disse, na sua conta de Twitter, que foi criado um fundo para ajudar os residentes a reconstruirem as suas vidas.

O aeroporto Internacional de Jacksonville, na Flórida, também decidiu cancelar todos os voos previstos para esta quinta-feira.

Após tocar em terra, o furacão perdeu força e é expectável que atinja o nordeste da Flórida e depois avance em direção à Geórgia e Carolina do Sul, já como tempestade tropical

Nas últimas horas, a população foi alertadapara continuar a seguir as indicações das autoridades, que estão a acompanhar, em permanência, a evolução dos últimos desenvolvimentos.