Líderes políticos juntam-se a Zelenskyy para assinalar "Holodomor"

O primeiro-ministro belga foi um dos líderes que se juntou a Zelenskyy
O primeiro-ministro belga foi um dos líderes que se juntou a Zelenskyy Direitos de autor AP/Ukrainian Presidential Press Office
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em Kiev recordaram-se as atrocidades cometidas durante do extremínio ucraniano por fome provocado pelo regime soviético de José Estaline

PUBLICIDADE

Em Kiev, vários líderes políticos, entre eles o primeiro-ministro belga, Alexander De Croo, e o chefe da diplomacia do país, Hadje Lahbibares, juntaram-se ao primeiro-ministro ucraniano Volodymyr Zelenskyy para participar nas cerimónias para assinalar o "Holodomor."

Este sábado, recordaram-se as atrocidades cometidas durante do extermínio ucraniano por fome provocado pelo regime soviético de José Estaline.

Entre 1932 e 1933 morreram milhões de ucranianos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento Europeu reconhece Holodomor como genocídio

Parlamento alemão classifica Holodomor como genocídio

Energia restaurada em 80% do território ucraniano