EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Pressão russa no leste da Ucrânia

Maapas da Guerra na Ucrânia
Maapas da Guerra na Ucrânia Direitos de autor euronews vídeo
Direitos de autor euronews vídeo
De  Sasha Vakulina
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Moscovo empenhado em batalhas intensas por Bakhmut

PUBLICIDADE

O Instituto para o Estudo da Guerra sublinha que as forças russas continuam a consolidar as posições no leste da Ucrânia. O objectivo, segundo este grupo de reflexão com sede nos Estados Unidos (EUA), é reforçar as defesas contra as ofensivas ucranianas perto da região de Kharkiv e apoiar esforços ofensivos limitados na região de Donetsk.

A Rússia conduziu contra-ataques perto de Svatove para recuperar posições. Os militares russos que escrevem nas redes sociais sobre a guerra afirmam que a frente na cidade de Kreminna, na região de Luhanskm é o eixo de avanço mais difícil na Ucrânia, com exceção de Bakhmut, onde continuam os ataques terrestres das forças russas.

O Instituto para o Estudo da Guerra informa que um oficial não identificado dos EUA declarou que o Grupo Wagner e as forças russas estão empenhados em batalhas intensas por Bakhmut e na mobilização de recursos significativos para manter o ritmo. No entanto, as forças ucranianas continuam a dar luta.

O ministro da Defesa ucranianom Oleksii Reznikov, declarou que a Ucrânia vai continuar a contraofensiva no inverno. As forças de Kiev continuam a atacar os meios militares russos e os centros logísticos ao longo de linhas terrestres críticas de comunicação no sul do país. Uma ponte estratégica fora da cidade de Melitopol foi danificada. O ataque é visto como um objetivo-chave para Kiev e como vital para a defesa da Rússia do território que detém no sul, incluindo a Crimeia. A ponte é essencial para o reabastecimento das forças russas. Faz parte de uma autoestrada que começa na Rússia e atravessa a costa sul da Ucrânia passando por Mariupol, Berdiansk e Melitopol.

O aumento da pressão ucraniana sobre as forças russas em Melitopol parece estar a seguir um padrão semelhante ao que foi utilizado em Kherson antes da libertação da cidade. O alvo são as tropas russas e as linhas de abastecimento, incluindo as ligações logísticas à Crimeia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Empresa estatal ucraniana de energia declara situação de emergência

Conferência internacional de apoio à Ucrânia angaria mil milhões

Maior hospital pediátrico de Kiev alvo de ataque russo