EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Rússia mantém pressão no Leste da Ucrânia

Soldados ucranianos cavam trincheiras à volta de Bakhmut
Soldados ucranianos cavam trincheiras à volta de Bakhmut Direitos de autor Libkos/AP
Direitos de autor Libkos/AP
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Bombas russas caem nas últimas horas em cidades como Avdiivka e Kherson. Guerra chega também ao lado russo da fronteira, com ataques em Belgorod.

PUBLICIDADE

Escondidos nas caves, saindo apenas para procurar a comida distribuída pelo Programa Alimentar Mundial da ONU: É assim que vivem os poucos habitantes que restam em Avdiivka, a cidade a poucos quilómetros de Donetsk, na Ucrânia, que as tropas russas tentam há vários meses conquistar. A cidade, que tem estado sob uma chuva constante de obuses, tinha 30 mil habitantes antes do rebentamento da guerra e tem agora apenas dois mil.

Também na região de Donestk, Bakhmut tem sido palco dos mais violentos confrontos dos últimos dias. Aqui, os soldados ucranianos escavam trincheiras para resistir ao avanço dos russos.

Kherson, recentemente reconquistada pelos ucranianos depois de ter passado largos meses sob ocupação russa, foi alvo nas últimas horas de intensos bombardeamentos por parte da Rússia, que segundo as informações oficiais não fizeram qualquer vítima mortal.

A guerra chega também ao lado russo da fronteira. Os mais recentes ataques ucranianos contra a região de Belgorod fizeram, segundo as autoridades locais, pelo menos um morto e vários feridos. Estes ataques serão uma retaliação contra as ofensivas russas que danificaram a rede energética ucraniana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bielorrússia vai reforçar futuras ofensivas russas

Investida russa concentra-se em Bakhmut

Rússia captura aldeia na região de Donetsk