Situação difícil para civis e forças ucranianas em Bakhmut

Carro de combate ucraniano nas ruas vazias de Bakhmut
Carro de combate ucraniano nas ruas vazias de Bakhmut Direitos de autor Libkos/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Forças ucranianas sofrem enorme desgaste na área de Bakhmut, O ISW diz que as tropas convencionais russas estão a substituir as forças do Grupo Wagner

PUBLICIDADE

Os combates intensos na área de Bakhmut já custaram a vida a milhares de soldados ucranianos e russos nos últimos meses. Grandes partes da cidade foram completamente destruídas.

O abastecimento de água e eletricidade foi afetado, e os poucos residentes que restam estão à procura de alguma humanidade no caos da guerra.

Tetyana tenta ajudar todos aqueles que não têm dinheiro ou possibilidade de cozinhar em casa e que não podem sair da cidade.

Mostrando as panelas da comida e o forno, afirma: "Hoje estou inspirada, por isso decidi fazer um guisado com carne enlatada e legumes e uma sopa de alho francês. E, por isso hoje estou a tentar - e é uma estreia - assar abóbora".

Tetyana gere um centro que é ao mesmo tempo uma farmácia, uma central elétrica e um abrigo de distribuição de alimentos na cidade devastada pela guerra.

Bakhmut foi alvo de um novo ataque quando a Rússia procurou, no sábado, cortar as rotas de abastecimento da Ucrânia à cidade. Para isso as forças russas tentam a todo o custo chegar à localidade de Chasiv Yar.

Foram relatados tiros a partir do lado leste do rio da cidade enquanto as tropas russas avançavam, disseram soldados ucranianos.

Os ucranianos dizem que estão em desvantagem em número e armamento, e que as forças russas estão a obter ganhos.

Diz-se que o risco de Bakhmut ser cercado está a aumentar, com as carências de artilharia que o exército ucraniano está a enfrentar.

Os serviços de informação alemães dizem que o desgaste do exército ucraniano na região de Bakhmut é muito forte.

O Instituto para o Estudo da Guerra (ISW - sigla em inglês) revela que as forças convencionais russas estão a substituir no terreno os exaustos elementos do Grupo Wagner.

 O estado-maior da Ucrânia disse no domingo que os seus soldados repeliram os ataques contra a pequena aldeia de Blahodatne e várias outras povoações da região, um dia depois de Yevgeny Prigozhin, o líder do grupo Wagner ter escrito nas redes sociais que a localidade tinha sido tomada pelos seus homens.

Durante todo o fim de semana, os combates continuaram pelo controlo de cada território da região de Bakhmut, uma posição crucial para Moscovo tomar posse de toda a região do Donbass.

A batalha por esta cidade arrasta-se desde o verão com avanços e recuos de ambos os lados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Gorenka tenta ressuscitar das cinzas das bombas russas

Depois dos tanques Kiev pede caças-bombardeiros ao ocidente

31 000 soldados ucranianos mortos desde o início da invasão russa