EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Josep Borrell revela que China não vai enviar armas à Rússia

Borrell revela que China não vai enviar armas à Rússia
Borrell revela que China não vai enviar armas à Rússia Direitos de autor Virginia Mayo/The AP
Direitos de autor Virginia Mayo/The AP
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Chefe da Diplomacia europeia partilha conversa com Wang Yi na chegada a mais um encontro dos ministros dos Negócios Estrangeiros da UE

PUBLICIDADE

A China não irá enviar armas para a Rússia. A garantia foi dada pelo chefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borrell, na sequência de uma conversa com o seu homólogo do Partido Comunista Chinês, Wang Yi:

"Tive uma conversa com ele e manifestei a minha preocupação sobre o possível envio de armas chinesas para a Rússia. Pedi-lhe para não o fazer, partilhando a nossa preocupação e dizendo que seria ultrapassada uma linha vermelha na nossa relação. Disse-me que não o vão fazer e que não têm planos para o fazer, mas nós vamos permanecer vigilantes."

A revelação de Borrell foi feita na chegada a Bruxelas para mais um encontro dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia.

Em cima da mesa estará o reforço da ajuda militar à Ucrânia, com o responsável pela política externa da UE a alertar para a falta de munições entre as forças ucranianas.

O 10.º pacote de sanções também será discutido entre a diplomacia europeia, centrado num maior controlo das exportações e no combate às formas de contornar as sanções.

O objetivo passa por alcançar um acordo até sexta-feira, dia em que se assinala o aniversário da invasão russa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia envia submarino nuclear para Cuba para reavivar diplomacia naval

Rússia procura fortalecer alianças na cimeira do BRICS

Biden insinuou que o tio foi comido por canibais na Papua-Nova Guiné - e o país não gostou