"Dia de resistência contra a ditadura”

Protestos em Israel
Protestos em Israel Direitos de autor JACK GUEZ/AFP or licensors
De  Euronews com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Dezenas de milhares de pessoas voltaram às ruas nas principais cidades de Israel, para protestar contra a reforma judicial impulsionada pelo governo de Benjamin Netanyahu

PUBLICIDADE

"Dia de resistência contra a ditadura”. Este é nome dado pelos manifestantes à mobilização que teve lugar esta quinta-feira, em Israel.

Dezenas de milhares de pessoas tomaram novamente as ruas nas principais cidades do país para protestar contra a reforma judicial impulsionada pelo governo de Benjamin Netanyahu.

Em Tel Aviv, a estrada principal que conduz à área de partidas do Aeroporto foi bloqueada, antes de uma viagem oficial do primeiro-ministro a Itália.

Os protestos em massa em Israel contra a reforma judicial estão a espalhar-se todas as semanas por novos setores da sociedade e incluem agora figuras importantes da cultura, da economia, do poder judicial e mesmo do exército.

O que começou como manifestações isoladas em Tel Aviv transformou-se num movimento de protesto maciço.

A reforma judicial anunciada pelo primeiro-ministro procura conceder mais força ao poder executivo em detrimento do poder judicial, cuja independência seria profundamente enfraquecida, minando o papel de supervisão do Supremo Tribunal.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nona semana de protestos em Israel

Netanyahu contestado em Israel pela sétima semana consecutiva

Ataques israelitas a campos de refugiados em Gaza fazem vários mortos e feridos