EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Macron quer direito ao aborto na Constituição de França

Presidente francês, Emmanuel Macron
Presidente francês, Emmanuel Macron Direitos de autor Michel Euler/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Michel Euler/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente francês anunciou que projeto de lei deverá ser concretizado "nos próximos meses".

PUBLICIDADE

O presidente Emmanuel Macron anunciou esta quarta-feira, no Dia Internacional da Mulher, que o governo francês vai apresentar um projeto de lei para consagrar o direito ao aborto na Constituição do país.

Para o chefe de Estado francês a revisão constitucional pretende “garantir de forma solene” e “irreversível” que “nada poderá levantar obstáculos ou retirar” às mulheres a possibilidade de recurso ao aborto.

O receio de um retrocesso na lei foi ganhando eco na sociedade francesa sobretudo depois de o Supremo Tribunal norte-americano ter revogado, no ano passado, o direito de interromper voluntariamente a gravidez.

Em novembro de 2022, a Assembleia Nacional francesa tinha já votado favoravelmente às alterações da Constituição, mas nenhuma data foi estabelecida para o efeito.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Manifestações pelo direito ao aborto nos EUA

Macron aceita demissão do primeiro-ministro Gabriel Attal

Legislativas antecipadas mergulham França na incerteza política sem primeiro-ministro no horizonte