Taiwan promete responder aos exercícios militares chineses

Taiwan promete responder aos exercícios militares chineses
Taiwan promete responder aos exercícios militares chineses Direitos de autor AP/CCTV
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

China simulou ataques a pontos estratégicos de Taiwan este domingo

PUBLICIDADE

O Taiwan não irá escalar conflitos nem provocar disputas, mas está em vigilância máxima e promete responder adequadamente aos exercícios militares chineses em curso no estreito da Formosa. A garantia é do ministério da Defesa local, no dia em que Pequim simulou ataques de precisão a pontos estratégicos da ilha, com mais de cinquenta caças chineses em ação.

Os Estados Unidos apelaram à calma e asseguraram que as vias de comunicação com a China estavam abertas, acrescentaram no entanto que dispunham de recursos suficientes na região para manter a paz e estabilidade e para assegurar os seus compromissos de segurança.

Apesar de não reconhecer formalmente a independência de Taiwan, Washington tem em vigor um acordo com Taipé, reconhecido pela China, segundo o qual os Estados Unidos devem fornecer artigos e serviços de defesa suficientes para assegurar a autodefesa de Taiwan.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

China responde à investigação da UE sobre os subsídios às indústrias verdes

Fu Bao, o panda gigante nascido na Coreia do Sul, chegou à China de avião

Sul-coreanos despedem-se, emocionados, de panda gigante