Nicola Sturgeon libertada depois ser interrogada pela polícia

Nicola Sturgeon libertada depois ser interrogada pela polícia
Direitos de autor Jacquelyn Martin/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Jacquelyn Martin/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
De  Euronews com AFP / AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Detenção temporária de ex-primeira-ministra escocesa está ligada a investigação sobre financiamento do partido SNP

PUBLICIDADE

A antiga líder independentista escocesa Nicola Sturgeon, que se demitiu do cargo de primeira-ministra em Fevereiro, foi posta em liberdade sem qualquer acusação formal, depois de ter sido interrogada no âmbito da investigação sobre o financiamento da sua formação política, o Partido Nacional Escocês (SNP), no poder.

Um porta-voz do partido afirmou que Sturgeon assistiu de forma voluntária à convocação da polícia escocesa, durante a qual "foi detida e interrogada" acerca de uma suposta fraude cometida com fundos da formação independentista.

A polícia escocesa tem estado a investigar a forma como foram gastas 600.000 libras destinadas à campanha para a independência da Escócia.

O tesoureiro do partido, Colin Beattie, e o director executivo, Peter Murrell, foram detidos anteriormente e interrogados no âmbito da investigação. Nenhum deles foi acusado.

Murrell é marido de Sturgeon e a polícia fez buscas na casa do casal em Glasgow depois da sua detenção em Abril.

Sturgeon demitiu-se inesperadamente em Fevereiro, após oito anos como líder do partido e primeira ministra do governo semi-autónomo da Escócia. Afirmou que era o momento certo para ela, o seu partido e o seu país darem lugar a outra pessoa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ex-primeira-ministra da Escócia clama inocência após sete horas detida pela polícia

Mais de mil tochas acesas na celebração Viking no Reino Unido

Vagas de calor ameaçam salmões escoceses