EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

41 reclusas morrem em motim numa prisão feminina nas Honduras

Familiares de reclusas à entrada da prisão feminina de Tamara, nas Honduras, esta terça-feira.
Familiares de reclusas à entrada da prisão feminina de Tamara, nas Honduras, esta terça-feira. Direitos de autor Elmer Martinez/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Elmer Martinez/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Verónica Romano
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ataque foi planeado por reclusas membros de um gangue, com o conhecimento dos seguranças da cadeia

PUBLICIDADE

Um motim na prisão feminina de Tamara, nas Honduras, esta terça-feira, resultou na morte de 41 reclusas.

A maioria foi queimada até à morte, as restantes foram baleadas ou esfaqueadas.

Xiomara Castro, presidente do país, confirmou que o ataque foi planeado por um gangue, com o conhecimento dos seguranças.

As reclusas queixavam-se há semanas de que estavam a ser ameaçadas por colegas que pertenceriam ao gangue Barrio 18.

Grupos como este exercem um amplo controlo dentro das prisões do país, onde frenquentemente os presos estabelecem as próprias regras e vendem bens proibidos.

Outras fontes • AP

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

El Salvador transfere 2 mil reclusos para novo centro de detenção de terroristas

Como a dança ajuda os reclusos: "Esquecemos que estamos presos"

Número de reclusos em França bate recorde