EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Ucrânia recupera território em alerta para possível sabotagem russa em Zaporíjia

Militar ucraniano dispara morteiro contra posições russas perto de Bakhmut
Militar ucraniano dispara morteiro contra posições russas perto de Bakhmut Direitos de autor Alex Babenko/Copyright 2020 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Alex Babenko/Copyright 2020 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ucrânia anuncia avanços na reconquista de território no leste, enquanto se prepara para uma possível sabotagem russa da central nuclear de Zaporíjia.

PUBLICIDADE

A Ucrânia anunciou avanços na reconquista de território no leste do país. De acordo com a vice-ministra da Defesa ucraniana as forças de Kiev estão a avançar em várias frentes, em especial na região de Bakhmut.

A Rússia, por seu lado, tem apostado sobretudo nos ataques aéreos de longo alcance, com o ministro russo dos Negócios Estrangeiro a garantir à RTP, o canal público de televisão pública de Portugal, que a Rússia está a combater na Ucrânia não por territórios, mas pelo povo russo.

Sergei Lavrov voltou a afirmar que Zelenskyy é uma marioneta do ocidente, acrescentando que Joe Biden não parece interessado na Paz.

As maiores preocupações da Ucrânia parecem centrar-se agora, em Zaporíjia, onde a Rússia estará a reduzir a presença na central nuclear. Os serviços secretos ucranianos sugerem que pode estar a ser preparada uma sabotagem na central nuclear e já começaram a preparar os civis para um eventual incidente.

Entretanto, a Associated Press diz que o general russo Sergei Surovikin, que está desaparecido, terá sido detido por ligação à revolta do grupo Wagner.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Primeiro-ministro espanhol visita Kiev quando as bombas continuam a cair na Ucrânia

Kiev reclama avanços em Bakhmut

Ucrânia diz que continua a contra-atacar forças russas em Bakhmut