Bancadas vazias assombram Jogos Europeus em Cracóvia

Bancadas vazias assombram terceira edição dos Jogos Europeus
Bancadas vazias assombram terceira edição dos Jogos Europeus Direitos de autor JANEK SKARZYNSKI/AFP
Direitos de autor JANEK SKARZYNSKI/AFP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Críticos questionam investimento em infraestruturas desportivas em tempo de crise, cidade garante que ficou a ganhar

PUBLICIDADE

A terceira edição dos Jogos Europeus chegou ao fim este domingo em Cracóvia. Para os perto de sete mil desportistas presentes tratou-se de uma oportunidade de ouro para se qualificarem para os Jogos Olímpicos do próximo ano mas os adeptos locais ficaram indiferentes à passagem da elite do desporto europeu pela cidade.

As bancadas vazias foram uma constante ao longo da competição, com os bilhetes para a maioria dos eventos a oscilarem entre o equivalente a cerca de quatro e vinte euros.

Tomasz Urynowicz é membro do Conselho Regional e questiona a relevância da competição para a cidade:

"Há cerca de 20 mil pessoas em Cracóvia devido aos Jogos Europeus, ou seja, há mais pessoas na cidade num fim de semana normal. Chamamos a esta competição os "Jogos do Dinheiro Queimado" devido à quantidade de dinheiro que foi gasta e que não tem retorno. Uma boa parte dos eventos foi um fiasco. Além disso, no desporto não é só o resultado que conta, mas também a assistência, o entusiasmo dos adeptos - mas não houve adeptos nem entusiasmo".

A organização lamenta a influência de fatures extradesportivos. David Glen é o porta-voz da organização, refere que durante o último ano e meio os assuntos que dominaram o quotidiano dos polacos foram a guerra, a inflação e a situação do país após a pandemia, ainda assim sublinha que as bancadas encheram para as finais.

A satisfação da organização é partilhada pelo município de Cracóvia. Apesar das bancadas vazias, a autarquia não se arrepende do investimento em infraestruturas desportivas e garante que a cidade ficou a ganhar devido ao investimento externo.

O desporto desta vez não serviu para unir e as opiniões sobre os Jogos Europeus ainda estão muito divididas em Cracóvia. A maior parte das críticas centra-se em torno de uma pergunta: pode o país dar-se ao luxo de organizar este tipo de eventos em tempos de dificuldades financeiras?

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Milhares de polacos marcharam contra o aborto em Varsóvia

Polónia: eleições locais mostram que conservadores continuam a ser força política de peso

Eleições locais na Polónia testam Governo de Tusk há menos de quatro meses no poder