EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Volta ao mundo da culinária sem sair de Doha

Volta ao mundo da culinária sem sair de Doha
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Euronews
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na capital do Qatar, há restaurantes a propor comida dos quatro cantos do mundo. Vamos conhecer alguns nesta edição de Qatar 365.

PUBLICIDADE

O Qatar tem todas as cozinhas no menu, tanto para os turistas como para os habitantes locais. Embora a nação seja conhecida pelos muitos restaurantes sofisticados e de topo de gama, se formos um pouco mais fundo, encontraremos algumas jóias escondidas.

O restaurante familiar de Zhang Jia Ni, Zhen Street Kitchen, é especializado em comida tradicional do nordeste chinês. Ela diz que muita coisa mudou em Doha desde que os seus pais abriram o seu primeiro restaurante aqui, há mais de uma década. Agora aberto em West Bay, a zona costeira de Doha, a paisagem pode ter mudado, mas a proprietária Jia Ni diz que a paixão não mudou.

"Porque é que abri o meu restaurante? Porque adoro comer", ri-se Jia Ni.

Tendo aberto há mais de 20 anos, Jia Ni diz que é muito mais fácil encontrar ingredientes chineses agora do que há uma década.

"Antes, quando íamos à China, colocávamos sempre os ingredientes na nossa bagagem. Agora é melhor, porque há aqui um supermercado chinês. Por isso, é mais fácil para nós", diz.

A blogger gastronómica Rachel Morris está entusiasmada com o aparecimento de mais restaurantes familiares na cidade. Com o seu blogue de comida "Life on the Wedge", Morris conhece todos os pratos que Doha tem para oferecer.

"O Qatar é uma nação muito obcecada por comida. Comemos muito fora. Adoramos jantar fora. E também é extremamente multicultural. Por isso, muitas pessoas querem reproduzir aqui os sabores do seu país", diz.

A cozinha asiática é abundante em Doha. Para além da comida chinesa, também se pode provar a brilhante comida tailandesa, birmanesa e vietnamita - e pode encontrar tudo isto debaixo do mesmo teto no Tuk Tuk Saigon.

O Tuk Tuk Saigon abriu as suas portas durante o Campeonato do Mundo de 2022. Com os adeptos de futebol de todo o mundo a chegarem ao Qatar, a oferta gastronómica também se tornou significativamente mais internacional.

"O Tuk Tuk Saigon não traz apenas a comida. Trazemos o ambiente", afirma Natcha Kijjullajarit Friel, coproprietária do Tuk Tuk Saigon. "Trouxemos a decoração da Tailândia e do Vietname para garantir que o cliente vem, desfruta do ambiente e também da qualidade dos alimentos que trazemos para a mesa".

A comida birmanesa é uma adição recente à ementa - e Morris aprova-a vivamente. "Um dos meus pratos favoritos do menu é o chamado esparguete birmanês. É um prato que me agrada imenso. É doce, salgado, estaladiço. Tem pickles. É muito bom", diz.

Criar uma comunidade gastronómica

Os habitantes locais têm certamente muito por onde escolher em Doha. Terry Booth, blogger gastronómico e coautor do livro "QATAR Bite by Bite: A Lighthearted Look into Qatar's Food Scene", organiza excursões gastronómicas com o "The Doha Food Project".

"Uma delas chama-se 'Foodies on the Go', em que vamos a três restaurantes diferentes numa rua ou numa zona. Outra é 'Foodies under one roof', como aqui no Westin, onde vamos a três restaurantes diferentes, mas dentro do mesmo hotel ou complexo hoteleiro", explica Booth.

Ao longo da noite, Booth certifica-se de que todos estão satisfeitos e bem alimentados. Booth trabalha em petróleo e gás durante o dia, mas começou a escrever blogues sobre comida há três anos:"Faço-o por diversão, é por isso que o faço. Gosto muito de explorar a minha paixão", diz.

Trazer a América do Sul para Doha

Não é apenas a cozinha asiática que é oferecida no Qatar.

Nos últimos anos, a cozinha peruana tomou de assalto o mundo culinário, tanto em termos de tendências gastronómicas como em termos de alta gastronomia. Quando se pensa em cozinha peruana, talvez se pense em ceviche ou quinoa. Mas há muito mais do que isso, explica Hasan Kayabasi, o chefe de cozinha do COYA Doha.

"O ceviche é um pouco o que representa o Peru. Mas há mais do que isso. Há 3000 tipos diferentes de batatas e quase uma centena de tipos de milho", diz.

"Antes do século XVI, na Europa e no Oriente, não se sabia o que era a batata. São originárias do Peru. E há pimentas que também são específicas do Peru. No Peru, ela entra em quase tudo que se cozinha", acrescenta Kayabasi.

PUBLICIDADE

O que realmente define a cozinha peruana é o prato de assinatura Arroz Nikkei. Consiste em robalo marinado, carbonizado sobre uma chama aberta e assente numa cama de arroz perfumado.

Um sabor escaldante da Coreia

Com a ascensão global da música pop coreana e das séries do mesmo país, a popularidade do churrasco coreano também disparou a nível internacional. Trata-se de uma experiência gastronómica verdadeiramente interativa - melhor apreciada com a família e os amigos.

O Yee Hwa abriu pela primeira vez as suas portas no Qatar em 1998, anos antes da onda cultural coreana. Hoje, Seung Moon está a dar continuidade ao que os seus pais começaram, abrindo mais duas filiais e espalhando o amor pelo churrasco coreano.

Euronews
Churrasco coreano no restaurante Yee HwaEuronews

"O churrasco coreano é diferente no sentido em que toda a gente à volta da mesa está envolvida. A nossa carne é cortada em fatias finas para que cozinhe facilmente e ao seu próprio ritmo", explica Moon.

Quer se coma ao almoço ou ao jantar, a dois ou em grupo, a mistura de pratos, molhos, carnes e sabores torna o churrasco coreano tão dinâmico como o próprio país.

PUBLICIDADE

Delícias da Malásia

Mama Rozie, um restaurante com um extenso menu de cozinha malaia e indonésia, promete o sabor da comida caseira.

Nascida na Malásia, Mama Rozie veio para o Qatar com a sua família em 1996. Pouco tempo depois, começou a cozinhar refeições para os seus compatriotas que também imigraram, mas sem as suas famílias, para lhes dar o sabor de uma casa longe de casa.

Euronews
Prato de 'noodles' com camarão no restaurante Mama RozieEuronews

Com o apoio da comunidade, expandiu o que começou como um negócio caseiro para o restaurante que tem agora. Rendang de carne, laksa e satay. Estes são alguns dos pratos nacionais da Malásia e os mais populares do menu.

Comida polaca em Doha

Não muito longe do Mama Rozie fica o Polka, o primeiro e único restaurante polaco no Qatar.

Magda Lux abriu o Polka no final de 2022, sobretudo porque tinha saudades de comer comida polaca. Mas também queria partilhar um pedaço da sua cultura com os outros, desde a comida à decoração. A atmosfera é vibrante.

PUBLICIDADE

"Parece um pequeno museu. Fizemos quase tudo à mão e construímos muitas coisas a partir da madeira", diz Lux.

Euronews
Decoração do restaurante PolkaEuronews

A comida polaca é mais do que apenas pierogi (bolinhos de massa). O menu do Polka promete uma experiência gastronómica de uma refeição típica de um fim de semana na Polónia.

"Aqui chamamos-lhe couve espremida, mas na Polónia chamamos-lhe golumpki. É couve enrolada com carne e arroz. E zapiekanka, que é uma espécie de pizza. É delicioso", explica orgulhosamente Lux.

Euronews
Alguns pratos tradicionais polacos propostos pelo PolkaEuronews

"Para mim, o mais importante é partilhar a minha cultura. Partilhar a cultura através da comida é a coisa que mais me faz feliz", conclui.

Partilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Indústria da beleza vale 500 mil milhões de euros