EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Indústria da beleza vale 500 mil milhões de euros

Indústria da beleza vale 500 mil milhões de euros
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Segundo estimativas de mercado, a indústria da beleza deverá representar mais de 500 mil milhões de euros de receitas até ao final do ano.

PUBLICIDADE

A indústria da beleza regista um enorme crescimento. O setor segue uma trajetória ascendente no Médio Oriente.

"O que me levou a dedicar-me aos cuidados da pele foi o facto de querer simplicidade. Queria uma rotina perfeita, agradável e muito simples. Por isso, comecei os meus cuidados de pele com os meus primeiros três séruns. Tenho muito orgulho no nome Malathii que significa santuário em árabe. A ideia é que todas as raparigas tenham um santuário de produtos para a pele" afirmou Shaikha Al Mudahka, diretora e fundadora da empresa Malathii Skincare, no Qatar.

Consumidores viram-se para produtos biológicos

 As marcas de luxo continuam a ser populares. Mas, a procura de produtos naturais e biológicos também está a aumentar. Uma dupla de empresárias criou uma gama de produtos naturais que visa promover a saúde e o bem-estar, sem crueldade para com os animais.

"O nome Atlaad, no dicionário árabe, significa glória, herança, autenticidade. A razão pela qual decidi criar a Atlaad é o meu amor e minha paixão pela beleza, pelo bem-estar e pela saúde", disse Amna Al-Muhannadi, co-fundadora da Atlaad.

Projeto apoia mulheres em África, Índia e Médio Oriente

O projeto integra a sensibilização dos clientes às práticas de beleza sustentáveis. Uma parte importante do modelo de negócios baseia-se na retribuição, através do empoderamento de mulheres agricultoras em países em desenvolvimento.

“Acreditamos que apoiar as mulheres noutros países é um dos principais valores da nossa marca. Porque somos mulheres, e ser mulher e ter o seu próprio negócio não é fácil. Na nossa empresa, apoiamos as mulheres, através da compra das matérias-primas em países como África, Índia e Médio Oriente. Encorajo qualquer pessoa que queira adquirir matérias-primas, a olhar para essas mulheres que precisam deste tipo de negócio para sustentar a família e apoiar toda a comunidade", explicou Rawan Al Fares, cofundadora da Atlaad.

Pestanas magnéticas conquistam consumidoras

No Qatar, uma empresária lançou um produto inovador: pestanas postiças magnéticas.

A principal diferença é o facto de estas pestanas serem magnéticas. Não são as pestanas convencionais que as pessoas colam com cola. Quando colamos pestanas com cola, elas danificam-se facilmente. Por isso, só se usam uma vez. Esse conceito foi totalmente alterado graças aos ímanes. Digamos que foi uma revolução na indústria das pestanas", explicou Haneen Alsaify, engenheira química, empresária, diretora e fundadora da marca By Haneen.

O impacto das redes sociais

As redes sociais são vistas como um elemento fundamental para chegar aos clientes, mas, não são o único fator que condiciona o sucesso. "As redes sociais ajudaram-me muito nos negócios. Mas não foi o único fator porque os negócios e o empreendedorismo implicam muito trabalho", frisou a empresária Haneen Alsaify.

Indústria da beleza vira-se cada vez mais para os homens

Há dois anos, o empresário e influenciador das redes sociais Abdulla Al Abdulla lançou a sua própria marca de cuidados de pele unissexo.

"O meu objetivo inicial era simplificar os cuidados de pele para as pessoas comuns. Por isso, começámos com um produto de limpeza facial e um produto hidratante. Para mim, são dois produtos essenciais que toda a gente deve usar. Em particular, aqui, no Médio Oriente, não tínhamos nenhuma marca de cuidados da pele liderada por um homem. É tudo muito virado para as mulheres, por isso quis criar produtos unissexo", contou Abdulla Al Abdulla, empresário e influenciador de redes sociais.

Quem trabalha no setor da beleza, garante que as mentalidades estão a mudar. "A mentalidade está a mudar de forma positiva. Temos visto muitos homens a cuidarem de si próprios, uma tendência que está a aumentar de ano para ano", comentou Aleksandar Vujic, diretor do Spa , do hotel Ritz-Carlton, em Doha.

Partilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Qatar organiza Mundial de Basquetebol em 2027

Cozinha do Qatar: Receitas tradicionais enriquecidas com ingredientes de fora

Volta ao mundo da culinária sem sair de Doha