EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Manifestantes israelitas marcham 70 km até ao Parlamento em Jerusalém

Israelitas bloqueiam a autoestrada Ayalon em Telavive, esta terça-feira.
Israelitas bloqueiam a autoestrada Ayalon em Telavive, esta terça-feira. Direitos de autor Ariel Schalit/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Ariel Schalit/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Verónica Romano
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Marchantes pretendem estar reunidos à volta do Parlamento no domingo de manhã, aquando da votação do projeto de lei

PUBLICIDADE

Cerca de 250 israelitas marcham esta quarta-feira em direção ao Parlamento (Knesset) em Jerusalém. 

Partiram de Telavive após um dia de intensos protestos por todo o país, em que dezenas de milhares de manifestantes bloquearam autoestradas e estações de comboio.

O povo está contra o avanço da restrição do poder judicial que o governo de extrema-direita quer implementar.

O objetivo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu é eliminar o direito do Supremo Tribunal de se pronunciar sobre a "razoabilidade" das decisões governamentais.

Os marchantes deverão chegar no sábado à noite ao Knesset, à volta do qual montarão tendas. Tencionam estar reunidos à porta do Parlamento no domingo de manhã, quando o projeto de lei for votado em segunda e terceira leituras.

Outras fontes • AFP, AP

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Dia Nacional de Resistência" em Israel contra a reforma judicial

Protestos em Israel persistem enquanto reforma judicial continua a avançar

Mais protestos em Israel após avanço em direção à restrição do poder judicial