EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Afluxo de migrantes em Itália coloca em causa a política de Meloni

Giorgia Meloni, pirmeira-ministra de Itália
Giorgia Meloni, pirmeira-ministra de Itália Direitos de autor Evan Vucci/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Evan Vucci/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mais de 100 mil migrantes desembarcaram este ano em Itália. Mais que o dobro em igual período no ano passado. A oposição questiona a capacidade do governo de Meloni para gerir a situação.

PUBLICIDADE

São já mais de 100 mil os migrantes que este ano desembarcaram em Itália. Entre estes, mais de 10 mil eram menores desacompanhados.

Os deputados da oposição questionam a capacidade do governo de Meloni, formado por partidos da direita e extrema-direita, de gerir a situação.

Governo informou que vai aumentar as expulsões de imigrantes a partir de setembro com a aprovação de um decreto.

De 1º de janeiro de 2023 a 16 de agosto, 101.386 imigrantes chegaram à costa italiana, mais que o dobro dos 48.940 que o fizeram no mesmo período do ano anterior e quase o triplo de 2021, quando foram registados 34.556 desembarques.

Os migrantes que chegaram à costa sul da Itália vindos do norte da África vieram maioritariamente da Guiné (12.040), Costa do Marfim (11.888), Egito (7.821), Tunísia (7.814), Bangladesh (6.912), Paquistão (6.173), Burkina Faso (5.623), Síria (4.258) e Camarões (3.470).

Veja o vídeo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Migrantes de Lampedusa estão a ser transferidos para a Itália continental

Polícia grega salva 20 migrantes e prende contrabandistas

Governo polaco planeia referendo sobre a rejeição de "milhares de imigrantes ilegais"