EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Migrantes de Lampedusa estão a ser transferidos para a Itália continental

Migrantes ajudados a desembarcar do navio da Guarda Costeira Italiana, Diciotti, em Reggio Calabria, a 15 de março de 2023.
Migrantes ajudados a desembarcar do navio da Guarda Costeira Italiana, Diciotti, em Reggio Calabria, a 15 de março de 2023. Direitos de autor David Lohmueller/David Lohmueller
Direitos de autor David Lohmueller/David Lohmueller
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Roma decidiu aliviar a pressão no centro de acolhimento de migrantes de Lampedusa. Com o auxílio da força aérea, está em curso uma megaoperação de transferência.

PUBLICIDADE

Aviões militares estão a transferir cerca de 1.800 migrantes da ilha italiana de Lampedusa para o continente.

O objetivo é aliviar a pressão intensa sobre o ponto de receção de migrantes, que atingiu um pico de mais de 4.000, quando a capacidade oficial é de cerca de 400.

Lampedusa é uma ilha de trampolim, mais próxima da África do que da Europa. A Itália viu um aumento nas chegadas de migrantes, com mais de 113.000 só este ano, o dobro do total do ano passado.

Os governantes locais dizem que a pressão sobre as suas instalações de receção está a tornar-se insuportável.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Steinmeier e Matarella focados numa solução europeia para os migrantes

Afluxo de migrantes em Itália coloca em causa a política de Meloni

Guerra na Ucrânia domina cimeira do G7 em Itália