EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Ex-líder dos Proud Boys condenado a 22 anos de prisão por ataque ao Capitólio

Enrique Tarrio, ex-líder do grupo de extrema-direita "Proud Boys"
Enrique Tarrio, ex-líder do grupo de extrema-direita "Proud Boys" Direitos de autor Allison Dinner/AP
Direitos de autor Allison Dinner/AP
De  Euronews com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Juíz federal condenou o antigo líder do grupo de extrema-direita a uma pena histórica por "conspiração sediosa" relacionada com a invasão.

PUBLICIDADE

Enrique Tarrio, antigo líder do grupo de extrema-direita "Proud Boys", foi condenado a 22 anos de prisão por ter participado na invasão do Capitólio

Os procuradores norte-americanos dizem que Enrique Tarrio não se encontrava em Washington a 6 de janeiro de 2020, mas que ajudou, a partir de Baltimore, a planear o ataque. 

A sentença, lida esta terça-feira, por um juiz federal dos Estados Unidos, é a mais longa até agora atribuída a participantes na invasão do Capitólio, uma operação organizada por apoiantes de Donald Trump, após a derrota do ex-presidente contra Joe Biden.

Mais de mil pessoas foram detidas por acusações relacionadas com o ataque ao edifício do Congresso norte-americano, que sofreu danos avaliados em milhões de dólares. Segundo a Reuters, dessas, 630 declararam-se culpadas e pelo menos 110 já foram condenadas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mais dois membros dos "Proud Boys" condenados pela invasão ao Capitólio

Trump exige afastamento de juíza com casos do ataque ao Capitólio

Foi divulgado o relatório da investigação sobre o ataque ao Capitólio