EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Mais dois membros dos "Proud Boys" condenados pela invasão ao Capitólio

Imagens de arquivo de Ethan Nordean e Dominic Pezzola registadas a 6 de janeiro de 2021
Imagens de arquivo de Ethan Nordean e Dominic Pezzola registadas a 6 de janeiro de 2021 Direitos de autor AP Photo/Carolyn Kaster//Manuel Balce Ceneta
Direitos de autor AP Photo/Carolyn Kaster//Manuel Balce Ceneta
De  Francisco Marques
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ethan Nordean igualou a maior sentença do caso, Dominic Pazzola apanhou 10 anos e na terça-feira é a vez do líder do grupo extremista apoiante de Trump

PUBLICIDADE

Mais dois membros do grupo de extrema-direita Proud Boys foram condenados à prisão nos Estados Unidos devido à invasão do Capitólio a 6 de janeiro de 2021, uma tentativa vã de perturbar a transferência da Casa Branca de Trump para Joe Biden.

Ethan Nordean, 33, um antigo líder do grupo que apoia Donald Trump, apanhou 18 anos de prisão, a pena mais longa até agora pela invasão do capitólio, a par da de Stewart Rhodes, o fundador de outro grupo de extrema-direita, os Oath Keepers, e que foi condenado em maio.

Dominic Pezzola, 46, não teve papel de liderança na invasão e por isso foi poupado na acusação de sedição, mas foi condenado a 10 anos de prisão por agressão a agentes de autoridade e obstrução de processo oficial.

À saída do tribunal e depois de se ter mostrado arrependido perante o juiz, Pezzola gritou "Trump venceu", uma narrativa que vai levar também o ex-presidente dos Estados Unidos a ser julgado em março perante um juiz federal, por tentativa de reverter ilegalmente a derrota eleitoral para Joe Biden em novembro de 2020.

Na quinta-feira, dois outros membros dos Proud Boys, Zachary Rehl e Joseph Biggs, foram condenados respetivamente a 15 e 17 anos.

O antigo líder dos Proud Boys, Enrique Tarrio, conhece a sentença na terça-feira.

Outras fontes • AP

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ex-líder dos Proud Boys condenado a 22 anos de prisão por ataque ao Capitólio

Donald Trump escolhe senador J. D. Vance para candidato a vice-presidente

Juíza manda arquivar caso dos documentos secretos contra Trump