EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Grécia junta-se à "Iniciativa dos Três Mares"

Iniciativa dos Três Mares
Iniciativa dos Três Mares Direitos de autor DANIEL MIHAILESCU/AFP or licensors
Direitos de autor DANIEL MIHAILESCU/AFP or licensors
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ucrânia e Moldávia foram aceites como membros associados.

PUBLICIDADE

Em Bucareste, o segundo dia da cimeira da "Iniciativa dos Três Mares", ficou marcado pelo debate sobre a reconstrução da Ucrânia e as energias renováveis. No final do encontro, o Presidente da Roménia sublinhou a importância do reforço da resiliência regional e europeia.

No encontro de dois dias, o grupo de Estados-Membros da União Europeia(UE) situados entre os mares Báltico, Negro e Adriático deu luz verde à entrada da Grécia como décimo terceiro país membro, acrescentando o mar Egeu à iniciativa, e decidiu aceitar a Ucrânia e a Moldávia como membros associados.

A cimeira acolheu altos funcionários dos países da UE, bem como representantes dos países parceiros, e teve como objetivo melhorar a interconetividade nos domínios dos transportes, da energia e do digital.

O Presidente polaco Andrej Duda afirmou que "a nossa região está na melhor posição para apoiar a reconstrução da Ucrânia. Isso deve-se à proximidade geográfica, às ligações de transporte eficazes e de alta qualidade, bem como ao património cultural comum em muitos casos".

O Enviado Especial do Presidente dos Estados Unidos para o Clima, John Kerry, também esteve presente no fórum

"A humanidade está realmente contra a própria humanidade. E o teste é se temos ou não a coragem, a visão e a determinação para agarrar este futuro", declarou Kerry.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

NATO apresenta estratégia de defesa não vista desde a Guerra Fria

Pelo menos seis feridos em ataque aéreo russo a zona residencial de Kostiantynivka

Pelo menos seis feridos após ataque aéreo russo em zona residencial de Kharkiv