EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Aquecimento a gás tem os dias contados na Alemanha

Alemanha proíbe aquecimento a gás nas casas novas
Alemanha proíbe aquecimento a gás nas casas novas Direitos de autor Martin Meissner/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Martin Meissner/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Bundestag aprova lei que proíbe instalação de sistemas de aquecimento a gás e óleo nas casas novas a partir de 2024

PUBLICIDADE

A Alemanha prepara-se para proibir os sistemas de aquecimento a gás e óleo nas casas construídas a partir de 1 de janeiro de 2024. A polémica legislação provocou profundas divisões na coligação governamental, que junta social-democratas, liberais e verdes, e foi aprovada no Bundestag, faltando apenas a aprovação na câmara alta do parlamento alemão.

A nova lei prevê que os novos sistemas de aquecimento instalados funcionem com pelo menos 65% de energia renovável, abrindo uma exceção para os sistemas de aquecimento a gás compatíveis com a utilização de hidrogénio para permitir uma conversão futura.

Quanto aos sistemas de aquecimento mais antigos, poderão continuar em funcionamento mas o governo alemão irá atribuir subsídios para estimular a transição. Estima-se que metade da população alemã utilize atualmente aquecimento a gás.

O governo tinha inicialmente previsto implementar a legislação em 2025 mas a guerra na Ucrânia, que teve um forte impacto no fornecimento de gás à Alemanha, levou a entrada em vigor da nova lei a ser antecipada em um ano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Stoltenberg pede a membros da NATO que reconsiderem limites no envio de armas para a Ucrânia

Parlamento alemão debate violência no país e condena ataque contra Robert Fico

Como relançar o motor franco-alemão?