EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Responsáveis dos atentados de Bruxelas condenados a pesadas penas

Mohamed Abrini, Osama Krayem, Salah Abdeslam e Sofiane Ayari
Mohamed Abrini, Osama Krayem, Salah Abdeslam e Sofiane Ayari Direitos de autor Petra Urban/AP
Direitos de autor Petra Urban/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

20, 30 anos e prisão perpétua para os principais implicados nos atentados de março de 2016, que fizeram 55 mortos e 300 feridos.

PUBLICIDADE

Os principais implicados nos ataques terroristas no metro e no aeroporto de Bruxelas, a 22 de março de 2016, foram condenados a pesadas penas de prisão, esta sexta-feira, por um tribunal da capital belga. 

 Oussama AtarBilal El Makhoukhi foram ambos condenados a prisão perpétua, tal como Osama Krayem, enquanto Mohamed Abrini, conhecido como "o homem do chapéu", que acompanhou os terroristas suicidas ao aeroporto de Zaventem, vai cumprir uma pena de 30 anos de cadeia. 

Quanto a Salah Abdeslam, conhecido por ter participado igualmente nos atentados de Paris em 2015, o tribunal decidiu não agravar a pena de 20 anos de prisão pronunciada anteriormente pelo seu envolvimento no tiroteio da Rue de Dries, a 15 de março de 2016, no qual um polícia ficou ferido. Abdeslam encontra-se neste momento a cumprir uma pena de prisão perpétua em França pelo envolvimento nos atentados de Paris, nos quais terá sido o responsável pela logística. Sofien Ayari mantém também a pena de 20 anos a que tinha sido condenado pelo tiroteio da Rue de Dries, enquanto Ali El Haddad Asufi foi condenado a 20 anos de prisão, uma pena duas vezes superior à que está atualmente a cumprir em França pelo envolvimento nos atentados de Paris.

Os atentados de março de 2016 fizeram 35 mortos, incluindo três bombistas suicidas, e cerca de 300 feridos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Suspeitos de planearem ataque terrorista ao parlamento sueco foram detidos na Alemanha

Atentados Bruxelas: Procuradoria belga pede apoio para encontrar suspeito

Atentados Bruxelas: Procuradoria divulga vídeo com percurso do "homem do chapéu"