EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Ucrânia “está mais perto da NATO do que nunca”

Jens Stoltenberg
Jens Stoltenberg Direitos de autor SERGEI SUPINSKY/AFP or licensors
Direitos de autor SERGEI SUPINSKY/AFP or licensors
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em Kiev, o secretário-geral da NATO sublinhou os avanços da contraofensiva ucraniana.

PUBLICIDADE

Numa visita surpresa a Kiev, o secretário-geral da NATO reuniu esta quinta-feira com o presidente Volodymir Zelenskyy, para falar sobre as necessidades do exército na guerra contra a Rússia. 

Numa conferência de imprensa conjunta, Jens Stoltenberg sublinhou os avanços da contraofensiva ucraniana e denunciou “ilusões imperialistas" por parte de Moscovo.

"Cada metro que as forças ucranianas recuperam é um metro que a Rússia perde. Os ucranianos estão a lutar pelas suas famílias, pelo seu futuro, pela sua liberdade. Moscovo está a lutar por ilusões imperiais", afirmou Stoltenberg, acrescentando que a Ucrânia “está agora mais perto da NATO do que nunca”.

Volodymyr Zelensky falou numa "questão de tempo". 

"Atualmente, já existe uma conversa de facto entre aliados e é uma questão de tempo até que a Ucrânia se torne membro da Aliança. Estamos a fazer tudo para que esse momento se aproxime", destacou o presidente. 

Zelenskyy disse que o secretário-geral da NATO vai pedir aos estados-membros da aliança sistemas de defesa aérea adicionais, para proteger as centrais elétricas da Ucrânia e as infraestruturas energéticas que foram danificadas por ataques da Rússia no inverno passado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Exército ucraniano promete "boas notícias" vindas da linha da frente

Ucrânia responde à UEFA com boicote às provas juvenis

Economia russa deve crescer apesar das sanções