EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Putin visita o Quirguistão

Viagem de Putin ao Quirguistão
Viagem de Putin ao Quirguistão Direitos de autor Dmitry Azarov/Sputnik
Direitos de autor Dmitry Azarov/Sputnik
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É a primeira viagem ao estrangeiro do presidente russo, desde que é alvo de um mandado de captura emitido pelo Tribunal Penal Internacional.

PUBLICIDADE

Vladimir Putin fez esta quinta-feira a primeira viagem fora da Rússia desde que foi acusado pelo Tribunal Penal Internacional (TPI). Na capital do Quirguistão, o presidente russo sublinhou a importância das relações bilaterais e a vontade de expandir a cooperação militar e de defesa.

Não existe o risco de Putin ser preso, uma vez que este país da Ásia Central não ratificou o Estatuto de Roma, o tratado fundador do TPI.

Durante a visita de dois dias, Putin irá participar numa cimeira da Comunidade de Estados Independentes, que reúne os antigos membros da União Soviética, e vai encontrar-se com os homólogos do Quirguistão e do Azerbaijão.

O primeiro-ministro da Arménia não vai estar presente na cimeira. A ausência é mais uma prova das relações atualmente tensas entre Erevan e Moscovo.

Esta quinta-feira, no Tribunal Internacional de Justiça das Nações Unidas, a Arménia acusou o Azerbaijão de “limpeza étnica” no Nagorno-Karabakh e pediu proteção para os arménios que ainda vivem no enclave separatista.

"Nada além de medidas provisórias específicas e inequívocas que protejam os direitos dos arménios de Nagorno-Karabakh será suficiente para evitar que a limpeza étnica perpetrada pelo Azerbaijão continue e se torne irreversível", disse o chefe da equipa jurídica da Arménia, Yeghishe Kirakosyan, aos juízes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Putin no Vietname para reforçar os laços com o Sudeste Asiático perante isolamento russo

Kim Jong-un promete apoio total a Putin na invasão russa da Ucrânia

Kim e Putin encontram-se em Pyongyang para expandir a cooperação económica e militar