EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Bruxelas pede informações à Meta e TikTok

Inquérito às redes sociais Meta e TikTok
Inquérito às redes sociais Meta e TikTok Direitos de autor Jeff Chiu/AP
Direitos de autor Jeff Chiu/AP
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As gigantes das redes sociais têm até ao próximo dia 25 para explicar as medidas adotadas para combater a difusão de conteúdos ilegais e de desinformação.

PUBLICIDADE

A Comissão Europeia anunciou esta quinta-feira a abertura de um inquérito às redes sociais Meta (Facebook, Instagram) e TikTok. Segundo explicou em comunicado, pediu pormenores sobre as medidas aplicadas contra a difusão de "informações falsas" e "conteúdos ilegais", na sequência dos atentados do Hamas contra Israel. 

No dia 7 de outubro, as redes foram inundadas com vídeos de extrema violência, muitos deles falsos, e outros em que se defendia o terror.

Este pedido de informação não constitui uma acusação em si, mas representa o primeiro passo de um processo que pode levar a sanções financeiras severas contra estes gigantes das redes sociais.

A plataforma X, antigo Twitter, recebeu o mesmo pedido na semana passada.

Se o processo avançar, as multas poderão atingir 6% do volume de negócios global dos grupos, o que representaria milhares de milhões de dólares.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Que impacto terá a subida da direita e o declínio dos verdes no Pacto Ecológico?

PPE não pretende acordo formal com CRE, mas poderá haver cooperação

Quais são os poderes do Parlamento Europeu?