Protestos violentos em Madrid contra amnistia a separatistas catalães

Seis pessoas foram detidas na sequência dos confrontos com a polícia, durante o protesto em Madrid, Espanha
Seis pessoas foram detidas na sequência dos confrontos com a polícia, durante o protesto em Madrid, Espanha Direitos de autor Sergio Perez/MTI/MTI
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Perdão a dirigentes independentistas catalães está em cima da mesa. Medida, vista como moeda de troca para validar governo de coligação liderado pelo PSOE, é altamente contestada pela extrema-direita espanhola.

PUBLICIDADE

Milhares de apoiantes da direita radical espanhola saíram às ruas de Madrid pela segunda noite consecutiva para protestar contra a amnistia para os independentistas catalães que está a ser estudada pelo governo de Pedro Sánchez

Os manifestantes seguiram os apelos dos dirigentes do Vox, PP, Democracia Nacional e Falange e reuniram-se em frente à sede do Partido Socialista (PSOE), acabando por ser travados pelas forças de intervenção.

Dos confrontos com a polícia resultaram 39 feridos, entre os quais 29 agentes. Seis pessoas foram detidas.

O perdão aos líderes separatistas surge na sequência do apoio dos partidos catalães a um governo de coligação liderado pelo PSOE. A iniciativa, que ainda não tinha sido colocada em cima da mesa desde a tentativa falhada de secessão de 2017, está a ser altamente contestada em particular pela extrema-direita espanhola.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Espanha: Independentistas da Catalunha exigem amnistia para ajudar Sánchez

Comissão Europeia reata diálogo com o presidente do governo da Catalunha

Incêndio em prédio de 14 andares em Valência faz pelo menos quatro mortos