EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Kherson foi libertada há um ano mas a paz ainda é uma miragem

Bombardeamento russo mata um civil em Kherson
Bombardeamento russo mata um civil em Kherson Direitos de autor AP/Ukrainian Emergency Service
Direitos de autor AP/Ukrainian Emergency Service
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cidade ucraniana foi bombardeada pela Rússia esta quinta-feira, pelo menos uma pessoa morreu

PUBLICIDADE

No próximo sábado a Ucrânia celebra um ano da reconquista de Kherson mas nem por isso há motivos para festejar. A cidade ucraniana continua a ser massacrada pela guerra e de acordo com o ministério do Interior ucraniano, esta quinta-feira morreu uma pessoa na sequência de um bombardeamento russo, que provocou ainda três feridos.

O dia-a-dia em Kherson é perigoso, e no meio da desolação as crianças dão provas de uma enorme resiliência. É o caso de Anastasia, de 8 anos:

"Às vezes tenho medo. Quando há uma grande explosão lá fora, quero ir para casa. Por isso, quase nunca saio à rua, talvez só para me encontrar com o meu amigo. Caso contrário, não saio".

Muitas crianças da cidade beneficiaram de um programa de proteção para partir em busca de segurança mas nem todas as famílias aceitaram a separação.

Lyubov Sytnikova resistiu até onde foi possível, o bombardeamento que matou o neto de 6 anos foi a gota de água que levou a família a partir para Mikolaiv à procura de paz:

"Depois de uma tragédia daquelas, tivemos de fugir. O meu outro filho e o filho dele também partiram. A minha filha partiu, toda a gente partiu. Tenho quatro genros estão a combater como soldados e um quinto foi capturado."

Kherson foi a única grande cidade ucraniana a cair nas mãos dos russos e a região foi anexada ilegalmente pelo Kremlin. O domínio russo acabou a 11 de novembro do ano passado mas a paz na cidade continua a ser apenas um sonho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bombardeamento russo faz pelo menos três mortos em Kherson

Kiev consolida posição a Leste do rio Dnipro

A batalha de Kherson nos mapas da Euronews