EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Extrema-direita prepara-se para tentar formar governo nos Países Baixos

Geert Wilders, líder da extrema-direita nos Países Baixos
Geert Wilders, líder da extrema-direita nos Países Baixos Direitos de autor Peter Dejong/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Peter Dejong/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Nara Madeira
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O partido de extrema-direita PVV, liderado por Geert Wilders, foi o mais votado nas eleições Legislativas.

PUBLICIDADE

Terramoto político nos Países Baixos. O partido de extrema-direita PVV, liderado por Geert Wilders, foi o mais votado nas eleições Legislativas. 

Prevê-se que a formação consiga 36 lugares no parlamento, composto por 150 deputados, enquanto a coligação formada pelo Partido Trabalhista e a Esquerda Verde ((PvDA-GL) conseguirá 25/26. O Partido Popular da Liberdade e Democracia (VVD), liberal-conservador, que estava no poder há 13 anos, não deverá ir além dos 24. A formação é agora liderada por Dilan Yesilgoz.

Um desaire que reflete o descontentamento geral e que acontece numa altura em que o país se vê a braços com crises internas, como a da habitação. Questões determinantes e exploradas pelo vencedor do escrutínio.

Os neerlandeses, os eleitores falaram, disseram que estão fartos, completamente fartos e nós vamos garantir que (...) os neerlandeses sejam a prioridade número um.
Geert Wilders
PPV - Partido da Liberdade

Durante a campanha eleitoral, Wilders deu pouca ênfase às suas opiniões duras sobre o Islão, mas associou a crise de habitação do país à migração.

No verão Rutte abriu a porta do governo há extrema-direita e, desde então, a sua popularidade aumentou. Rik Rutte, editor político do NRC Handelsblad explicava que essa abertura, "que já não acontecia há anos" permitiu ao "partido de Geert Wilders a crescer e a crescer nas sondagens".

O partido Novo Contrato Social, fundado por Pieter Omtzigt há apenas 3 meses, também teve um bom desempenho, ficando em quarto. Apesar das críticas diz-se aberto a negociações com a extrema-direita.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Partido da extrema-direita inicia contactos para coligações governamentais nos Países Baixos

Extrema-direita europeia congratula-se com vitória de Geert Wilders nas Legislativas

Partidos de direita chegam a acordo sobre nova coligação nos Países Baixos