EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Estados Unidos vetam projeto de cessar-fogo humanitário imediato em Gaza

Linda Thomas-Greenfield, embaixadora dos EUA na ONU, na primeira fila à direita, dirige-se aos membros do Conselho de Segurança da ONU, a 30 de outubro.
Linda Thomas-Greenfield, embaixadora dos EUA na ONU, na primeira fila à direita, dirige-se aos membros do Conselho de Segurança da ONU, a 30 de outubro. Direitos de autor Eduardo Munoz Alvarez/AP
Direitos de autor Eduardo Munoz Alvarez/AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Projeto foi apresentado no Conselho de Segurança das Nações Unidas pelos Emirados Árabes Unidos.

PUBLICIDADE

No Conselho de Segurança da ONU, o representante dos Estados Unidos vetou o projeto de resolução que exigia o cessar-fogo humanitário imediato na Faixa de Gaza.

Washington, D.C. criticou tanto a proposta como o Conselho de Segurança em geral, por não condenarem os ataques sangrentos do Hamas contra Israel.

O projeto foi apresentado pelos Emirados Árabes Unidos e apoiado por pelo menos 90 dos 193 Estados-membros. O Reino Unido absteve-se.

O observador permanente da Palestina junto da ONU, Riyad H. Mansour, disse que esta sexta-feira "foi um dia triste na história do Conselho de Segurança".

"Para aqueles que foram incapazes de ver as coisas como deveriam ter visto, não vamos desistir. Continuaremos os nossos esforços. Continuaremos a bater à porta do Conselho de Segurança até que este acorde", assegurou.

Ao mesmo tempo e também em Nova Iorque, dezenas de pessoas manifestaram-se para exigir aos EUA que parassem o financiamento e a ajuda militar a Israel.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque de Israel no centro de Gaza

OMS denuncia mais de 200 ataques contra unidades de saúde na Faixa de Gaza

Intensos combates na Faixa de Gaza: ONU apela a cessar-fogo imediato