“A Rússia sente a dor de suas ações”. Zelenskyy condecora militares que abateram corveta

Zelenskyy condecorates troops
Zelenskyy condecorates troops Direitos de autor The Presidential Office of Ukraine
De  Euronews com Agências
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente Zelenskyy condecorou no sábado os oficiais dos Serviços de Inteligência que participaram na destruição da corveta de mísseis russa "Ivanovets". O navio teria sido afundado na noite de quarta-feira por um ataque coordenado de drones navais.

PUBLICIDADE

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, condecorou com altas honras de Estado os militares dos serviços de Inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia, por “demonstrarem excepcional bravura na realização de missões especiais de combate, particularmente na destruição do barco míssil russo ‘Ivanovets’, descreve um comunicado da presidência ucraniana.

Os guerreiros da Inteligência de Defesa fizeram muito, tanto em terra quanto no mar. A Rússia sente a dor de suas ações, das ações dos seus irmãos de armas, e é crucial que os instigadores russos desta guerra sofram diariamente as suas conseqüências
Volodymyr Zelenskyy

No sábado, o porta-voz da Marinha ucraniana, Dmytro Pletenchuk, afirmou que Kiev já reduziu a frota russa para metade. Segundo Pletenchuk, a frota russa consistia em cerca de 80 navios no início de 2022 e desde então, 25 foram afundados e 15 ficaram seriamente danificados.

Kiev esforça-se para obter mais equipamentos para combater os ataques regulares da Rússia, tentando intensificar a produção de mais drones (UAVs). 

De acordo com o WSJ, a Ucrânia pretende aumentar a produção de drones "FPV" (First-Person View) - até 1 milhão de unidades, até o final do ano. A produção de UAVs pode ser facilmente organizada em pequenas fábricas improvisadas e em segurança.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia denuncia a morte de 28 pessoas após ataque ucraniano

No Montenegro, russos e ucranianos rezam juntos pela paz

Rússia e Ucrânia realizam primeira troca de prisioneiros após queda de avião militar russo