Israel e Hamas avançam nas negociações para um cessar-fogo

As duas partes estarão perto de acordar um cessar-fogo de seis semanas
As duas partes estarão perto de acordar um cessar-fogo de seis semanas Direitos de autor Ariel Schalit/AP
Direitos de autor Ariel Schalit/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Segundo responsáveis egípcios, Israel e Hamas estarão perto de acordar um cessar-fogo de seis semanas, enquanto as tropas israelitas preparam uma ofensiva em larga escala na cidade de Rafah.

PUBLICIDADE

Com os militares israelitas concentrados em Rafah, as negociações para um cessar-fogo entre Israel e o Hamas foram retomadas no Cairo. Segundo responsáveis egípcios, as partes estão a fazer progressos importantes na direção de um cessar-fogo de seis semanas que permita libertar mais reféns.

As tropas de Israel estão a recuperar diariamente armas, granadas e documentos de combate pertencentes aos militantes do Hamas. Israel está a enfrentar fortes pressões internacionais para resistir ao lançamento de uma operação terrestre em larga escala na cidade de Rafah, no sul da Faixa de Gaza. A cidade está a abarrotar de deslocados e a operação colocaria em risco a vida de milhares de civis palestinianos.

O Secretário-Geral da ONU, António Guterres, prevê consequências devastadoras de uma ofensiva total em Rafah: "A minha sincera esperança é que as negociações para a libertação dos reféns e alguma forma de cessação das hostilidades sejam bem-sucedidas para evitar uma ofensiva total sobre Rafah, onde o núcleo do sistema humanitário está localizado e que teria consequências devastadoras", disse Guterres.

Israel admite que os civis palestinianos estão a tentar sobreviver em condições terríveis, mass culpa o Hamas por trazer a guerra para Gaza.

Novas imagens do exército israelita mostram túneis subterrâneos utilizados por um líder do Hamas. As imagens mostram um refúgio equipado com comida e armas, tal como um cofre cheio de dinheiro.

Enquanto o destino de Rafah está em jogo, um campo de refugiados no centro de Gaza terá sido bombardeado e reduzido a escombros. Israel afirma que, se montar uma ofensiva terrestre em Rafah, irá primeiro retirar os civis, mas até agora não foi apresentado qualquer plano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel enviará delegação ao Qatar para conversações de paz. População exige libertação de reféns

Estados Unidos vetam pela terceira vez cessar-fogo imediato em Gaza

Agrava-se conflito no sul do Líbano