Lisboa juntou-se a milhares de europeus no apoio à Ucrânia dois anos depois da invasão russa

Manifestação de apoio à Ucrânia em Lisboa
Manifestação de apoio à Ucrânia em Lisboa Direitos de autor Armando Franca/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Armando Franca/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de pessoas saíram às ruas em muitas cidades europeias para mostrar o seu apoio à Ucrânia e aos seus cidadãos refugiados na UE. Desde o início do conflito, mais de seis milhões deixaram o país.

PUBLICIDADE

Os europeus saíram no sábado à rua para apoiar o fim da guerra que começou há dois anos com a invasão russa aos territórios ucranianos. Dezenas de cidades europeias demonstraram o seu repúdio por este conflito e reforçaram total apoio às comunidades ucranianas e aos milhares que tiveram de fugir em busca de refúgio.

Em Lisboa, numa manifestação organizada pela Associação dos Ucranianos em Portugal  podia ver-se cartazes de agradecimento de refugiados ucranianos ao povo português que se juntou à manifestação na baixa da capital portuguesa.

Em Espanha, as manifestações espalharam-se por cidades como Madrid, Barcelona, Murcia e muitas outras. Um representante de uma das associações ucranianas disse que é importante não esquecer que, à medida que a guerra entra em seu terceiro ano, há tendências que sugerem que a atenção ao conflito diminuirá.

Eventos e apoio na Europa

Em muitos países europeus, vários políticos locais e até mesmo líderes partidários participaram em manifestações para demonstrar apoio aos ucranianos e incentivar outros políticos europeus a fazer o mesmo.

Mais de seis milhões de ucranianos deixaram o seu país

Em várias ocasiões, os cidadãos ucranianos tiveram a oportunidade de oferecer a sua gratidão pelo apoio e ajuda recebidos tanto dos que lutam pelo país como dos refugiados que encontraram um lugar seguro nos países europeus. Segundo dados oficiais, mais de 6,4 milhões de refugiados deixaram o país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataques russos com drones e mísseis matam cinco civis na Ucrânia

Zelenskyy diz que 2024 vai ser "ano decisivo" para a Ucrânia. Macron reúne líderes europeus em Paris

30.000 desaparecidos desde o início da guerra na Ucrânia