Tiroteio na Alemanha: quatro mortos, incluindo uma criança. Suspeito é um militar e foi detido

Um agente forense trabalha junto a um carro em frente ao quartel de Von D'ring em Rotenburg, Alemanha, na sexta-feira, 1 de março de 2024.
Um agente forense trabalha junto a um carro em frente ao quartel de Von D'ring em Rotenburg, Alemanha, na sexta-feira, 1 de março de 2024. Direitos de autor Associated Press
De  Eloise Hardy com Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

Quatro pessoas - incluindo uma criança - morreram hoje em dois tiroteios no norte da Alemanha, tendo um soldado sido detido em ligação com o ataque. Até ao momento, não é claro se os tiroteios estão relacionados.

PUBLICIDADE

Vários agentes da polícia foram chamados a uma casa em Westervesede, no município de Scheesel, nas primeiras horas da manhã de sexta-feira. A casa foi isolada pela polícia.

O tiroteio terá sido perpetrado por um soldado da Bundeswehr (forças armadas alemãs), que se terá entregado à polícia após o disparo. O motivo ainda não é claro, segundo a imprensa local.

Também foram disparados tiros num bairro vizinho de Bothel, no distrito de Rotenburg. De acordo com a polícia, ainda não está claro se existe uma ligação entre as duas cenas do crime.

"Não se pode excluir uma discussão familiar" como motivo do tiroteio, diz a polícia em comunicado. Os agentes lançaram uma grande operação por volta das 3h30 da manhã, hora local, e a polícia estadual e federal também estava de serviço. Um helicóptero da polícia foi utilizado na fase inicial da investigação, segundo a imprensa local.

Até ao momento, não foram confirmados mais pormenores sobre os mortos, incluindo a idade e a natureza das suas relações.

Os investigadores estão também a examinar um veículo em frente ao quartel para verificar se existem munições e explosivos no veículo do autor do crime. Inicialmente, o Ministério Público não forneceu qualquer informação sobre se a arma do suspeito estava na posse da Bundeswehr.

A polícia afirma que, atualmente, já não existe qualquer perigo para a população vizinha.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nova greve nos transportes públicos da Alemanha

Alemanha vai colocar 5.000 soldados na Lituânia

Refugiados ucranianos e dissidentes russos protestaram contra invasão da Ucrânia em Berlim