Campanha para as legislativas na reta final

Pedro Nuno Santos, tal como Luís Montenegro, realçou a importância das políticas de igualdade
Pedro Nuno Santos, tal como Luís Montenegro, realçou a importância das políticas de igualdade Direitos de autor Armando Franca/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Com a campanha a fechar em pleno Dia Internacional da Mulher, os líderes das duas principais forças apelaram ao voto feminino.

PUBLICIDADE

É já este domingo que mais de nove milhões de eleitores são chamados às urnas, nas legislativas antecipadas. Cerca de 200 mil pessoas votaram já antecipadamente no último domingo, além dos mais de milhão e meio de portugueses no estrangeiro que podem votar por correspondência.

A campanha vive os últimos dias e fecha na sexta-feira, 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Talvez por isso, os líderes das duas principais forças frisaram o apoio à causa feminina.

Pedro Nuno Santos, do Partido Socialista, prometeu continuar a "valorizar e defender as mulheres"

Luís Montenegro, líder do Partido Social Democrata e da Aliança Democrática, prometeu passos importantes para consolidar a igualdade de género, que considera um pilar fundamental na igualdade de oportunidades.

As últimas sondagens colocam a AD na frente, seguida do PS e com o Chega, de André Ventura, no terceiro lugar. Ventura trouxe o nome do presidente brasileiro, Lula da Silva, para a campanha e prometeu que "não o deixará entrar em Portugal se for eleito".

O partido de Ventura, da direita populista, deve ter o melhor resultado de sempre e pelo menos duplicar os 7% que conseguiu nas últimas legislativas, em 2022.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Portugal vai a votos no domingo. Eis o que precisa de saber

Eleições Portugal: Mais de 200 mil eleitores optaram por votar antecipadamente

Luís Montenegro atingido com tinta verde por ativistas do clima