Mais de 190 pessoas detidas em França durante operações de combate ao tráfico de droga

Mais de 190 pessoas detidas em França durante operações de combate ao tráfico de droga
Mais de 190 pessoas detidas em França durante operações de combate ao tráfico de droga Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As operações contra o tráfico de droga, em França, estão a ocorrer simultaneamente em Marselha, Lille, Lyon, Dijon e na zona de Paris. Foram já apreendidos, de acordo com as autoridades, 25 quilos de canábis, mais de 1 quilo de cocaína e cerca de 400.000 euros em dinheiro ou bens.

PUBLICIDADE

Mais de 190 pessoas foram detidas em França, no âmbito de uma vasta operação contra traficantes de droga que começou há uma semana, em Marselha.

O ministro do Interior francês, Gérarld Darmanin, anunciou este número a partir de Roubaix, no norte de França, onde se encontrava, esta segunda-feira, a supervisionar a nova iniciativa governamental de limpeza antidroga, segundo as agências internacionais. Estas operações concentram-se simultaneamente em Lille, Lyon, Dijon e junto a Paris.

Para além das 190 pessoas detidas foram também apreendidos “25 quilos de canábis e mais de 1 quilo de cocaína” e cerca de 400.000 euros em dinheiro ou bens, bem como quatro armas, de acordo com a polícia local, citada pelas agências internacionais.

"O impacto destes controlos desde o início da semana levou a mais de 190 detenções. Apreendemos 25 quilos de canábis e mais de 1 quilo de cocaína, com numerosas pequenas apreensões de muitos indivíduos. O impacto é significativo”
Pierre-Edouard Colliex
Comissário de divisão da polícia nacional

A operação em Marselha foi lançada logo após a visita do presidente Emmanuel Macron na semana passada, e contou com cerca 900 membros das autoridades locais

O chefe de Estado francês, citado pelas agências internacionais, prometeu que vão ser realizadas mais operações deste carácter, no país, nas próximas duas semanas: “É uma operação sem precedentes, que lançámos para acabar com o tráfico de droga e garantir a ordem republicana”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bruxelas: violência relacionada com a droga está a aumentar

Aumento da oferta de droga na UE estimula violência e trava prevenção

Tráfico de droga e tiroteios em Marselha: será que a situação está fora de controlo?