Ponte em Baltimore colapsa após embate de navio. Duas pessoas resgatadas e várias desaparecidas

Ponte de Baltimore que colapsou
Ponte de Baltimore que colapsou Direitos de autor WJLA via AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma ponte em Baltimore, nos Estados Unidos, colapsou após um navio ter colidido com um dos pilares. Há carros na água. Autoridades estimam que número de vítimas seja elevado.

PUBLICIDADE

Uma ponte em Baltimore, no estado do Maryland, EUA, colapsou esta terça-feira de madrugada, depois de um navio de carga ter colidido com um dos pilares da infraestrutura, avança a CNN. Vários carros que atravessavam a ponte Francis Scott Key, pela 1:30 da madrugada desta terça-feira - hora local - terão caído no rio quando a estrutura se desmoronou. 

James Wallace, chefe dos bombeiros de Baltimore, revelou que duas pessoas foram já resgatadas com vida da água, uma em estado grave.  

Inicialmente, os bombeiros da cidade de Baltimore disseram à CBS News que pelo menos sete pessoas estavam no estuário do rio Patapsco, sendo incerto o número de carros que caíram à água. 

"O nosso objetivo neste momento é tentar resgatar e recuperar estas pessoas", disse o diretor de comunicações do Departamento de Bombeiros de Baltimore, Kevin Cartwright, à AP, acrescentando que o acidente foi de grandes proporções e admitindo que o número de vítimas pode ser elevado. "Infelizmente, estimamos que até 20 pessoas possam estar no rio Patapsco, bem como vários veículos", acrescentou mais tarde o mesmo responsável, em declarações à CNN.

Kevin Cartwright disse ainda que parecia haver "alguma carga ou contentores pendurados na ponte", criando condições inseguras e instáveis, e que as equipas de emergência estão a operar com prudência. A temperatura no rio é de cerca de oito graus e o frio também não ajuda as operações de salvamento.

O motivo do acidente ainda não é conhecido. Sabe-se apenas que o navio alterou a rota e dirigiu-se para o pilar da ponte pouco antes do impacto, avança a CNN, que analisou os dados do tráfego marítimo. As luzes da embarcação estavam a falhar, sugerindo que pode ter havido uma falha de energia.

O navio porta-contentores começou a mudar a rota à 1:26, hora local, tendo colidido com o pilar dois minutos depois.

Na altura do colapso da ponte, estavam no local a trabalhar vários funcionários do município, que faziam reparações no pavimento. 

A autoridade dos transportes de Maryland anunciou que todas as faixas de rodagem da ponte "foram encerradas em ambas as direções" e que "o tráfego está a ser desviado".

Imagens, a circular nas redes sociais, mostram o momento em que a ponte Francis Scott Key, com 2,7 quilómetros de comprimento, desabou. 

Este vídeo em direto do Porto de Baltimore também mostra que havia carros a circular no momento exato em que a ponte colapsou após o embate do navio. Nesta altura, é possível ver parte da estrutura da ponte totalmente submersa no rio.

Segundo as informações mais recentes, o navio cargueiro que embateu na ponte seguia para Colombo, capital do Sri Lanka. Tinha bandeira de Singapura e chama-se "Dali".

O governador do Maryland declarou entretanto Estado de emergência e revelou que as autoridades estão a trabalhar com a Casa Branca para garantir a mobilização de recursos federais para as operações de resgate e salvamento.

O secretário dos Transportes, Pete Buttigieg, também revelou nas redes sociais que já falou com o governador do Estado do Maryland e que ofeceu apoio.

O tráfego aéreo sobre a ponte foi suspenso para não haver interferências com os trabalhos no local.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Camião fica pendurado de uma ponte após acidente

Polícia teve 90 segundos para parar o tráfego na maior ponte de Baltimore, antes do embate

Navio que provocou a queda da maior ponte de Baltimore emitiu um sinal de emergência antes do embate