EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Líderes europeus procuram entendimento para recuperação económica

Líderes europeus procuram entendimento para recuperação económica
Direitos de autor Euronews Brussels
Direitos de autor Euronews Brussels
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Esta sexta-feira, os membros do Conselho Europeu reúnem-se através de videoconferência. Não se espera, pelo menos para já, "fumo branco."

PUBLICIDADE

Enquanto investigadores de todo o mundo trabalham em contrarrelógio para descobrir uma vacina contra o novo coronavírus, encontrar a cura para o desastre económico provocado pela pandemia de Covid-19 está-se a revelar uma verdadeira dor de cabeça para os líderes europeus.

A Áustria, Holanda, Suécia e Dinamarca, países do chamado "quarteto frugal", reafirmaram a posição de que qualquer dinheiro distribuído tem de ser devolvido.

O presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, concorda quem devem existir condições, mas sem passar por um regresso à austeridade.

"Há uma condicionante relacionada com a despesa. Destina-se a financiar uma mudança estrutural na Europa relacionada com a economia verde e digital. A segunda ideia é que não existe a troika como condição. Desta forma fomos capazes de afastar a desconfiança que descreve a crise pós-2010", sublinhou, em entrevista à Euronews, Mário Centeno.

O pacote de resgate proposto pela Comissão Europeia inclui um Fundo de Recuperação europeu de 750 mil milhões de euros e um robusto orçamento comunitário de biliões de euros.

Mas permanecem dúvidas em relação à quantidade, como será distribuída e obtida.

Alguns eurodeputados, como Iratxe García, da Grupo da Aliança Progressista dos Socialistas e Democratas, pedem aos líderes europeus para pensarem além das fronteiras nacionais: "É uma questão de solidariedade mas não só. Também estamos a falar do mercado único e sobre a sobrevivência do euro. É preciso que os países que ainda estão relutantes em apoiar este plano percebam isso."

Os líderes europeus reúnem-se esta sexta-feira, através de videoconferência, para acertar agulhas pela primeira vez desde o anúncio da proposta do programa de recuperação europeu.

Não se espera um acordo para já. Os avanços poderão acontecer em julho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?

Banco Central Europeu corta taxas de juro em linha com as expetativas do mercado

Riqueza das nações: o fosso cada vez maior entre ricos e pobres na Europa